Há iniciativas sociais que apresentam grande relevância e que muitas vezes dormem nas camas confortáveis das boas intenções, mas que não são efetivadas na prática. O CBO - Conselho Brasileiro de Oftalmologia - tem um programa de prevenção de doenças oculares em crianças que qualquer diretor ou professor das escolas dos pequeninhos deveria mostrar para as crianças e dar uma cópia para os pais.

O guia infantil da visão aponta, seguindo levantamentos da Academia Americana de Oftalmologia, que os problemas de vista como a miopia, hipermetropia, estrabismo e outros com menos ocorrência, afetam mais de 25% das crianças em idade escolar.

Publicidade
Publicidade

De acordo com o guia, a cada quatro crianças em idade escolar, uma delas tem problemas visuais.

Estes números são preocupantes. Em primeiro lugar, é preciso conscientizar as crianças e logo em seguida os pais. Quem vai assumir esta responsabilidade?. O governo não tem vontade política para tanto. As escolas estão com graves problemas financeiros. Sobrou para quem? Para os abnegados professores. Eles não são missionários como muitos querem crer, mas sim, pessoas transformadoras, que assumem no dia a dia em suas salas de aula, diversas responsabilidades não delegadas, para melhoria da vida de seus pequenos alunos.

Os problemas de visão trazem como primeira consequência a dificuldade de aprender. O déficit de atenção pode estar diretamente relacionado com algum problema de visão das crianças.

Publicidade

Falta de vontade de ir para o colégio devido a reclamações constantes de dores de cabeça, consideradas como birra pelos adultos, também está relacionado como um sintoma de deficiência de visão na criança.

Então são elas, as professoras, que mais propriamente a CBO pode dirigir um apelo: apresentam a Libelu para as crianças. O pequeno vídeo com quatro minutos e vinte e quatro segundos de duração é lúdico e pode atrair as crianças, lhes dando noção da importância da visão. Depois que as crianças assistirem, fale com elas e recomende que falem com os pais sobre o programa visão 2020 - o direito de ver, ativo desde 1999 e que já ajudou muitas crianças e famílias (este programa abrange todas as pessoas sem importar a idade).

Veja se em sua cidade existe ativo o programa "visão nota dez", ele também pode ajudar. Antes de tomar estas providencias, procure explicar para as crianças sobre a televisão e o computador, que são tidos como responsáveis, em alguns casos, por impedir o adequado desenvolvimento da criança. Mesmo que isto não seja justo, continue a ser um missionário (a) e ajude a resolver mais um "pequeno" problema do mundo atual. Professores não são missionários, mas é um traje que lhes cabe como uma luva. Resta agradecer a eles. #Educação