O bullying não brincadeira, quem é vítima desta prática sofre muito e na maioria das vezes não sabe a quem recorrer. A prática de bullying é bastante comum e centenas de milhares de crianças e adolescentes passam por esta situação que infelizmente em alguns casos levam as vítimas ao suicídio. É preciso observar de perto o comportamento dos seus filhos para identificar se ele está sendo vítima de bullying.

O que é bullying?

Bullying é um termo inglês que descreve os atos de agressão física, psicológica, verbal, de forma intencional e que é feito de maneira constante e repetida. O bullying pode ser praticado de várias formas, entre elas:

  • Xingamentos;
  • Agressões físicas;
  • Brincadeiras de mau gosto;
  • Zombarias e/ou zoações;
  • Empurrões;
  • Apelidos pejorativos, dentre outros.

O bullying é um tipo de intimidação perversa que faz da vítima a piada da vez, trazendo para ela muito constrangimento e sofrimento intenso.

Publicidade
Publicidade

Saiba como identificar se seu filho esta sendo vítima de bullying

Mudanças no comportamento do seu filho pode indicar que ele sofre com o bullying, esteja atento aos mínimos detalhes para conseguir socorrer seu filho em tempo, evitando assim muito sofrimento e até mesmo traumas sérios que ele vai carregar pela vida toda.

1) Roupas danificadas e rasgadas;

2) Material escolar incompleto e estragado;

3) Medo de ir para a escola e de ficar sozinho com os colegas;

4) Hematomas, machucados e arranhões sem motivo ou explicação convincente;

5) Queda no rendimento escolar;

6) Isolamento;

7) Tristeza constante;

8) Falta de interesse no convívio social;

9) Mudança constante da rota que o leva até a escola;

10) Perda de apetite;

11) Mudança constante de humor;

12) Irritabilidade;

13) Choro sem motivo aparente;

14) Chegar faminto da escola pode ser por causa de extorsão ou medo de participar do recreio;

15) Se recusar a sair de casa;

16) Dores de cabeça, barriga e o aparecimento constante de aftas;

17) Insônia;

18) Pensamentos suicidas, dentre outros.

Publicidade

Existem casos comprovados de adolescentes que cometeram suicídio por causa do bullying de que foram vitimas durante anos. Nos EUA onde infelizmente acontecem vários ataques as escolas inclusive com muitas vitimas fatais, os autores dos atentados em sua maioria foram vitimas de bullying quando alunos destas escolas. No Brasil nós também enfrentamos uma tragédia desta em uma escola pública no Rio de Janeiro, o autor dos disparos que causaram mortes de alunos inocentes, era um ex-aluno vítima de bullying nesta mesma instituição.

Em tempo: Geralmente as crianças e adolescentes não contam para seus pais ou outros adultos, pois temem parecer:

  • Covardes e medrosos;
  • Medo de decepcionar os pais por não serem populares;
  • Sentimento de culpa e acabam se achando merecedores da situação que estão vivendo;
  • Vergonha por não conseguir resolver este problema sozinho.

Atenção

Seu filho pode precisar de ajuda imediata, decifre o pedido de socorro o quanto antes para tirá-lo deste grande sofrimento e do abismo social e psicológico que o bullying pode causar. #Educação #Opinião #Dicas