Atualmente vive-se uma #Crise que afeta diretamente os trabalhadores. Impostos e inflação aumentam dia após dia, afetando assim nosso bolso, limitando nosso poder de compra, e em grande escala o salário / inflação, não nos permite ter algo a mais do que o básico. 

A taxa de #Desemprego vem aumentando, pois a crise afetou também empresários, usinas e indústrias no país. Atualmente se fala de uma aumento aproximadamente de  6,2% de pessoas sem #Trabalho, um número acima do registrado no mesmo período em 2014. Este número corresponde cerca de 1,5 milhões de pessoas. 

Fica difícil prever até quando o desemprego vai ficar em alta, empresários repensam antes de contratar, até mesmo ao demitir, pois os custos são altos e devem ser controlados neste período da crise econômica.

Publicidade
Publicidade

Segundo estudo da  OIT (Organização Internacional do Trabalho), a taxa de desemprego no Brasil deve continuar crescendo e atingir 7,3% em 2016.  

Dilma Rousseff em seu pronunciamento de 1:15 minutos, nesta sexta-feira, disse que o dia do trabalhador é um momento de avaliar e celebrar as vitorias da classe trabalhadora, afirmou também uma medida provisória que garante a política de valorização do salário minimo até 2019, aumentando assim o poder de comprar dos trabalhadores. A presidente destacou que mais de 45 milhões de trabalhadores e aposentados são beneficiados pela política do salário mínimo.

Tudo parece bonito mais uma vez, mesmo as pessoas empregadas atualmente, a política afirmada pela presidente pouco se faz correta, afirmando que ajudará no poder de compra, sendo que novas tarifas e inflações serão aplicadas no mercado, assim fazendo pesar no bolso da população, e que continuará a diminuir o poder de comprar. 

Até o momento é um fato que se vive uma crise, ela se dá pela volta da inflação, que é um dos principais impactos da economia atual.

Publicidade

A inflação já estava aqui há muito tempo, maquiada, através de artifícios contábeis que não pode ser sustentados por mais tempo.

Infelizmente a crise só terminará depois que ela piorar, e os brasileiros trabalhadores, devemo estar preparados, saber lidar e economizar neste período, sendo essa e ferramenta de combate, para evitar que se sofra mais. O Dia do Trabalhador deve ser um dia de repensarmos, mesmo com pouco salário, saber como mantê-lo, e mesmo desempregado não perder a esperança, pois um dia os objetivos são alcançados e a crise passará.