Já todos sabem da triste notícia do falecimento do cantor sertanejo Cristiano Araújo, uma das vozes mais promissoras da atualidade, que ocorreu nessa quarta feira (24), devido a um terrível acidente de carro. Também faleceu a sua namorada, Allana Moraes, que o acompanhava após um show em Itumbiara.

Sua voz ecoava em todas as rádios, TV's e redes sociais, agradando a gregos e troianos, pela sua versatilidade e profundidade nas suas letras. De caráter simples e meigo, Cristiano Araújo conquistou o mundo.

Infelizmente, partiu mais cedo do que se esperava e muitos lamentam o ocorrido, desejando que, onde quer que esteja, que esteja bem e num lugar melhor.

Publicidade
Publicidade

É necessário que se frise bem "lugar melhor", pois, pela enorme contribuição que deixou ao mundo, alguns (ou muitos) não souberam retribuir-lhe à altura. Pelo contrário, levaram a cabo um escândalo social que deixa transparecer a deficiência moral existente no planeta, fazendo uso da sua imagem da pior forma possível.

Após o acidente, vazaram na Internet fotos e vídeos do preparo do corpo para a cerimônia fúnebre, feito por dois funcionários da clínica Oeste, em Goiânia. O vídeo mostra claramente os funcionários realizando a necrópsia do corpo do cantor, demonstrando total desrespeito e imoralidade.

Os funcionários foram indiciados pela Polícia Civil de Goiás por vilipêndio de cadáver, que consta no art. 212 do Código Penal, podendo acarretar prisão de um a três anos.

Segundo William Fabian, Juiz da 3ª Vara de Família e Sucessões do Tribunal de Justiça de Goiás, os indiciados agiram em desrespeito ao luto dos familiares do cantor e da namorada, indo contra o direito constitucional da intimidade, previsto no art.

Publicidade

5º, inciso X da Constituição Federal Brasileira.

As fotos e os vídeos proliferaram nas mídias sociais de forma tal, que custa a crer que ainda haja algum sentimento de solidariedade e amor no mundo. O desrespeito foi generalizado, abrangendo os autores das mídias, os administradores das redes sociais, nomeadamente Google, Facebook e Youtube, e os usuários dos mesmos.

Foi determinado pela justiça a retirada das fotos e dos vídeos das redes sociais Google e Facebook, mas ainda estão disponíveis no Youtube. Tendo em conta a rapidez e insensatez que viraliza, hoje, as redes sociais, será muito difícil proceder à retirada completa do material. Resta somente um resquício de esperança na humanidade. #Famosos #Televisão