A marca O Boticário vem vinculando em diversas mídias sua nova propaganda, visando o Dia dos Namorados, no próximo dia 12 de junho. No comercial, aparecem quatro casais, dois deles homossexuais, o que vem causando grande polêmica.

Na peça, existem dois casais formados por homem e mulher e outros dois por pessoas do mesmo sexo. Um é formado por dois homens e outro por duas mulheres. De fundo, a música de Lulu Santos, Toda forma de amor.

A campanha da marca pretende mostrar respeito à diversidade de escolha e o incentivo à comemoração da data, por todos os casais. Porém, após a exibição na televisão e na internet, o comercial não agradou a todo mundo e críticas ao O Boticário estão gerando polêmica nas redes sociais. Na página da empresa no Facebook, o que se observa é, por um lado, elogios de milhares de consumidores, que consideram a campanha inovadora, de muito bom gosto, linda e emocionante. Por outro lado, algumas pessoas se sentiram agredidas e ameaçadas. A consequência é um bate boca geral entre os internautas. Os mais revoltados estão pedindo boicote à marca e espalhando mensagens de ódio e preconceito, dizendo que a família brasileira está sob risco.

Segundo a Exame, alguns grupos contrários ao comercial, promoveram uma campanha onde pedem as pessoas que cliquem no "Dislike", no vídeo da empresa no You Tube. Já um consumidor, diante de tantos " não gostei" escreveu que se sente envergonhado com tanto preconceito e que acha a campanha sensacional.

Ainda segundo a revista, uma simulação de uma conversa tem se espalhado, através do Whatsap, com a frase " Vamos mostrar que os valores bíblicos são mais fortes".

Uma mulher se sentiu tão ofendida que usou um site de feedback de produtos para escrever que o vídeo considera casais homossexuais normais, que o modelo tradicional da família brasileira está sendo banalizado e que ela não permite que seu filho assista ao comercial. A empresa respondeu a essa consumidora dizendo que acredita na beleza das relações, e ainda que valoriza a tolerância e respeita a diversidade de escolhas e pontos de vista.

O resultado disso tudo é que, segundo o site F5 da Folha, após 30 reclamações de consumidores, o Conselho Nacional de Autorregulamentação Publicitária (CONAR) abriu processo para investigar o comercial do O Boticário. Até o dia 12 de junho, muito há de se falar sobre esse assunto. #Negócios #Mídia #Comportamento