Muita gente já pronunciou ou escutou as seguintes frases: "eu não aguento mais meu chefe", "é muita pressão, preciso de um plano B", "funcionário X não entrega nada, mas foi ele quem recebeu a promoção", " meu chefe esta de férias, agora esta uma maravilha", "falam em desenvolvimento, mas nunca acontece", "trabalho, trabalho e nunca sou reconhecido´".

Eu arrisco dizer que a maioria de nós, pelo menos uma vez na vida! A verdade é que observamos cada vez mais lideranças ineficazes. Observamos nas empresas líderes que não sabem: delegar, promover ambiente de aprendizado, reconhecer, gerenciar o próprio estresse, que não conseguem gerar admiração.

Publicidade
Publicidade

Quem trabalha na área de Recursos Humanos e realiza muitas entrevistas de desligamento, observa muitos bons profissionais deixando seus empregos por não conseguirem mais se reportar para um líder que não é passível de admiração.

Bom, e de quem é o problema? Na verdade, de todos: funcionários, lideres e empresa. Os funcionários não aguentam mais um chefe, eles querem um líder que reconheça que também precisa aprender e que faça esforços para isso. Os lideres percebem o incomodo geral, mas tentam se manter num papel para que não percam ainda mais o controle, muitas vezes por receio de reconhecer a falta de preparo/experiência. As empresas perdem muitos bons profissionais, não conseguem reter talentos, e por isso precisam re-investir na busca e no treinamento de novos profissionais.

Mas então, como resolver a situação? O ser humano precisa prioritariamente de 2 coisas: segurança e liberdade.

Publicidade

Nesse sentido, a liderança deve ser capaz de oferecer objetivos claros e munir a equipe com as ferramentas e conhecimentos necessários para que esta tenha segurança na realização das atividades, além disso, ela (a liderança) deve ser capaz de delegar, para que a equipe tenha liberdade para executar as atividades (um líder controlador não promove liberdade). Não é tarefa fácil e não deve ser deixada para depois, é urgente desenvolver os líderes. Uma gestão eficaz melhora o clima organizacional, promove retenção de talentos e melhora a imagem da empresa. #Negócios #Educação