Olhe em sua volta. Pode ser que não precise ir muito longe. Você vai observar um comportamento diferente nos homens. Isto leva alguns sociólogos a considerar que, o mundo ocidental se encontra em um processo de perda da masculinidade. São estudos que nada tem a ver com questões de homossexualidade. Também nada tem a ver com as atividades feministas. Elas são sempre defendidas pelos sociólogos e são tidas como uma necessidade. Assim como são todos os movimentos de defesa das minorias. O fato está relacionado com uma mudança (para pior) do comportamento masculino. Ser "homem" não significa, ter uma visão social limitada e não pertencente a alguma comunidade LGBT.

Publicidade
Publicidade

Alguns famosos já sofreram "agressões" que questionaram sua masculinidade.

Veja a seguinte relação de comportamento que confirmam essas mudanças:

· Pode ser observada uma queda significativa nos níveis de testosterona nos homens;

· Pesquisas educacionais revelam uma queda de desempenho escolar na população, que atinge com maior impacto a população masculina;

· É possível observar a disseminação de valores andrófobos na sociedade como um todo;

· Há um significativo aumento no egoísmo masculino. Os homens somente pensam naquilo que lhes interessa: o jogo de futebol, as reuniões com os amigos; a bebida como companheira; a perda da ética e por aí vai;

· Há um abandono de paternidade na população masculina.

São fatos que colocam os homens em condições de vulnerabilidade social, que segundo o sociólogo Anthony Giddens podem provocar mudanças sociais profundas depois de um momento de enfraquecimento da sociedade.

Publicidade

O sociólogo considera que em contraposição o 'feminismo' leva as mulheres a galgar uma situação de maior fortalecimento social.

Nas células familiares o homem está cada vez menos presente. Eles separam-se das mulheres e vão viver a sua própria vida, esquecendo de todos os compromissos. Parece que aos poucos há cada vez menos espaço para a figura do "pai" no seio familiar. Fator preocupante, ao se observar que as estatísticas de criminalização apontam para o fato que, a grande maioria destes infratores são provenientes de famílias nas quais os homens abandonaram totalmente as suas responsabilidades.

Para muitos homens parecem ter-lhes sobrado apenas a visão da 'agressividade' e da 'força masculina'. Uma visão limitada para que o conceito de masculinidade seja aplicado. Algumas pessoas "olham torto" para os analistas sociais que consideram que existem muitos militantes de comunidades LGBT, em que o termo 'masculinidade' possui maior aderência do que para grande parte dos 'homens heterossexuais'. Assim faz sentido perguntar-se sobre o sentido da comemoração do dia dos homens. Para aqueles que saem destes padrões sugere-se que ele se reúna com a família e receba as homenagens, que neste caso, serão justas. #Opinião #Dicas