Observa-se que anarquistas saem por aí dizendo que o ideal é não ter #Governo, atacando e agindo de forma ilegal. O anarquista simplesmente "liga o dane-se", e não está nem aí, fazendo só o seu trabalho. Ele se governa sozinho, logo, não precisa de governo, apenas de se organizar para equilibrar-se. O que eles não percebem é que, quando dizem que é preciso destruir tudo para reconstruir tudo de novo, na forma deles, como se fossem os "salvadores da pátria", estão sendo, na verdade, fascistas. 

Há filmes que mostram o horror do fascismo, em que fazem apologia a uma anarquia torpe, na qual um chefe poderia fazer tudo o que quisesse sem nunca ser pego, já que a vontade dele seria a vontade do estado. Citar e dizer todos os horrores e crimes cometidos em nome deste ideal distorcido seria algo digno de censura hoje, porém, podemos citar os perigos conforme mencionado no artigo "Fascismo Brasileiro Revisitado", publicado no Jornal O Globo em 09/11/2013, por Marcelo Carnaval.

Publicidade
Publicidade

Diante disto, e dos últimos fatos sociais, indaga-se quantas pessoas se dizem seguidoras de uma Ordem ou um Caos, quando apenas usam títulos para recrutar suas correntes doentes de falsos anarquistas, adoradores de um fascismo hipócrita, ou mesmo uma organização com fins escusos, se inexistem salvadores e heróis em um mundo de pessoas e momentos comuns que, em dado momento, fazem uma diferença, e qualquer um pode fazer a diferença, lembremos que grandes mestres da humanidade fizeram peregrinação como mendigos.

Logo, o herói, a figura pública investida de poder, assim como aquele que vive de um estereótipo, corre o risco de se deixar levar pelo poder absoluto, e nem o alto e nem o baixo está livre disto. Assim caíram grandes homens e mulheres que se corromperam absolutamente.

É preciso cuidado quando se recrutam pessoas com o intuito de usar técnicas da antiga KGB ou CIA, hoje conhecidas do público, para poder criar um exército de "servos obedientes".

Publicidade

De acordo com sua triagem, incorrem no risco de se ter parte de sua estratégia mostrada, e, é claro, que este texto vai afetar as pessoas certas. Porque aqueles que se utilizaram de tamanha corrupção por tanto tempo, seja na Ordem ou no Caos, ou na Ordem do Caos, poderão sofrer a entropia de suas ações, levando os incautos à mergulharem junto com eles.

Mesmo se fosse um Império, haveria de ter uma câmara ou ainda um consenso, porém, o anarquista, em grande parte, luta sozinho. Contudo, quando tem apoio e busca obter poder a qualquer custo, corre o risco de se tornar alguém como Benito Mussolini, que por seus atos, ajudou a instaurar a loucura na Itália, com suas idéias sendo amplamente aplicadas por um grupo de "defensores" do chefe de estado, que não passariam de "puxadores de saco" armados.

Leia também:

Silenciar o povo, será uma solução para quem? Anarquia abrindo caminho para o Fascismo.

Repórter é proibido de falar mal de Políticos. #Opinião #Comportamento