A campanha foi lançada no início de agosto, mas somente no final do mês ganhou a percepção do público. No vídeo, um chinês chamado Chang visita um centro de zoonoses e mostra centenas de cães recolhidos das ruas no Rio de Janeiro. Ele tem uma proposta inusitada: pede às autoridades que permitam importar os #Animais para serem servidos como iguarias em restaurantes da #China.

Tudo leva a crer que se trata de algo inimaginável na cultura do Brasil - servir cães brasileiros ensopados ou assados do outro lado do mundo? “Esse grandão aqui é mais raro de encontrar. A vantagem é que além do grande filé desta parte aqui de trás, é suficiente para fazer bolinhos fritos, por exemplo”, diz Chang.

Publicidade
Publicidade

O susto do espectador só passa ao perceber que se trata de uma “pegadinha”. Depois de dissertar sobre o quanto é injusto manter cães abandonados em prisões quando eles poderiam servir de alimentos na terra de Mao Tsé-Tung, Chang assume que é um ator e pede que o público reveja o vídeo, agora com as legendas verdadeiras. Ufa!

A informação, as redes sociais e a polêmica

A peça criada pela agência DM9 sob encomenda da Ampara Animal, uma instituição que luta em defesa dos animais, na verdade trás o ator Tony Lee - que também pode ser visto em Made in China, de Regina Casé -, com uma mensagem bem impactante sobre abandono de animais no Brasil.

“Estima-se que há mais de 20 milhões de cães abandonados no Brasil. Ainda assim, os brasileiros preferem comprar a adotar um cão abandonado”, diz o verdadeiro texto.

Publicidade

O vídeo oficial foi lançado em 24 de julho no YouTube, porém seu grande sucesso se deu numa cópia publicada no Facebook, em 6 de agosto. “No início dá vontade de dar um soco na cara do japa, mas depois é legal” (sic), diz Estevam Marcus, de Araruama/RJ. Ele é um dos poucos internautas que se atreve a quebrar a surpresa do vídeo.

Incrivelmente, impelidos pela mensagem errada da primeira parte, muitos internautas nem se deram ao trabalho de visualizar todos os 3:30 minutos antes de comentar, curtir e compartilhar.

Veja o vídeo:

O que você achou desta campanha? Deixe seu comentário! #Curiosidades