O maior campeão da história da fórmula 1, Michael Schumacher, não vem tendo melhoras em sua recuperação após o grave acidente que sofreu há dois anos. Em 2013, "Schumi", como é chamado por amigos e fãs, se acidentou enquanto esquiava nos alpes franceses, batendo a cabeça em uma rocha e poucas horas depois entrou em coma, segundo o hospital que prestava os socorros ao ex-piloto.  Ele foi atendido por patrulheiros que estavam no local, no momento em que tudo aconteceu e levado às pressas para o hospital da região. 

Quase seis meses depois do acidente sua assessoria de imprensa informou que Schumacher teria se recuperado do coma e sido transferido para o Hospital Universitário de Vaud, onde continuaria sua reabilitação.

Publicidade
Publicidade

Mas recentemente, segundo fontes da própria família, o mesmo que um dia se tornaria um dos melhores pilotos da história, pesa hoje menos de 45kg e disseram até que não haveria nenhum milagre em seu caso.

Atualmente, ele não consegue falar e é dependente de cadeira de rodas. Sua memória está completamente lenta, quase se cessando.    

O jornal britânico, Dain Expres disse que dificilmente ele voltaria a andar e até falar novamente. Há uma equipe de aproximadamente 15 médicos dispostos aos cuidados do ex-piloto.                                                                        

Sem ter noção nenhuma do que se passa ao seu redor, Schumi fez, em agosto, 20 anos de casamento com sua esposa Corinna. Conheceu-a quando tinha 26 anos, e ela com a mesma idade. Eles têm dois filhos, Mick, de 14 anos de idade e Gina  Marie, com 16 .

Publicidade

Corinna fez do lar do casal uma verdadeira unidade de terapia  intensiva, onde atualmente reside com o marido e seus filhos . Segundo jornais, os gastos para seus cuidados ultrapassam R$ 50 milhões, sendo tudo administrado pela esposa, que afirmou também manter todo seu tratamento em sigilo, para o próprio conforto da família e assim evitar notícias em demasiado.           

Michael Schumacher, entre inúmeras corridas e campeonatos vencidos, foi campeão 7 vezes da fórmula 1, e é o líder isolado do ranking. Seu atual estado de  saúde, é sem  dúvida nenhuma, uma das maiores batalhas de sua vida, a mais difícil, mas que pode ser mais uma vitória no cartel deste campeão.        #Automobilismo #Comunicação #Europa