A imagem em questão pode fazer com que lembremos do primeiro filme da franquia “Matrix”, onde o personagem Morpheus pede que Neo escolha entre uma das duas pílulas( no caso uma azul e outra vermelha). Traçando um paralelo com o filme, modificamos um pouco a pergunta. Ao invés de optar por um comprimido ou outro, o desafio proposto aqui é mais simples. Afinal, que cor você vê nas pílulas, cinza ou azul e vermelho?

Essa ilustração de origem desconhecida, se espalhou pelo Twitter, Facebook, entre outros sítios on line, e “bugou” a cabeça de muitos internautas, que começaram a especular sobre o mistério dos comprimidos. Um deles twittou: "As pílulas são cinzas.

Publicidade
Publicidade

É apenas a cor das mãos e fundo que as fazem parecer ter cores diferentes", outro comentou que era o único de sua família a ver a cor dos comprimidos azul e vermelho.

Uma emissora de rádio da Austrália, declarou ter desvendado o mistério da foto:  "Depois de algumas investigações no Photoshop, foi constatado que as pílulas são da cor cinza pela paleta de cores. No entanto, devido as mãos amarela e azul, a ilusão de pílula vermelha e azul é criada”.

O assunto rendeu até uma enquete do site Buzzed, que apontou que 58% dos internautas (4.078) alegaram ver a cor cinza, em contramão de 42% (2.991) que enxergaram as pílulas como vermelhas e azuis. Uma polêmica parecida já havia acontecido, só que desta vez o alvo foi um vestido, que alguns viam como branco e dourado, e outros como azul e preto.

Publicidade

A imagem pode nos fazer refletir

Esse pode ter sido um debate fútil, como vários da era da #Internet. Mas se pudermos nos aprofundar na questão ultrapassando a barreira da distração, e não entrando no mérito do que é fútil ou não, temos uma discussão muito relevante. Na atualidade enfrentamos problemas variados - e um vem ganhando destaque especial: a intolerância. No artigo acima vimos que para uns a pílula era cinza, e para outros vermelho e azul, e isso mostra que as pessoas  tem pontos de vista "literalmente" diferentes, o que vai em contrapartida ao extremismo religioso, político e pessoal, tão em evidência. Com isso mudando um pouco a pergunta que encerra o primeiro parágrafo, vale a reflexão: Será que estamos olhando "as outras cores" além das nossas? #Curiosidades