As crianças se deslumbram com a magia de estar controlando um antigo brinquedo artesanal que é a pipa, ou em alguns estados chamado de papagaio. Criada na China antiga, a pipa era usada para fins militares e já foi usada para o estudo do para-raios.

Estamos em 2016 e ainda há muitas crianças e adolescente que brincam com a pipa, isso é muito bom para que elas aprendam sobre física e noções de meteorologia, embora a criança já sabe se o tempo estará bom para colocar o brinquedo no ar, fazendo suas medições de vento e os afastando dos brinquedos virtuais, na maioria são crianças da periferia.

A Disputa

Na verdade, a brincadeira chega a ficar séria quando muitos deles preferem eliminar algumas pipas do mesmo espaço aéreo, realizando uma espécie de conquista do espaço prendendo as pipas na mesma linha.

Publicidade
Publicidade

Com o uso do cerol, a pipa é cortada da linha e, livre, é resgatada pelo seu novo dono; porém, algumas das vezes a pipa não é resgatada e voa para longe. A pipa que fora cortada pode estar com uma espécie de superfície cortante chamada de cerol, uma cola com pequenos pedaços de vidro que são colocados na linha já esticada na metragem correta para o corte, que eles chamam de cortar e laçar.

O Perigo

A pipa que é cortada ainda no ar também pode estar com cerol em sua linha. Ela é levada pelo vento e seguida pelas crianças que ficam alegremente afoitas a recuperar o brinquedo que é feito de bambu e papel. Porém, o que a ocorre é que sua linha passa invisivelmente pelas pessoas e o risco maior é para os motoqueiros.

Há muitos casos em que os motoqueiros que estão sem a proteção no veículo acabam se machucando na altura do pescoço ou até morrendo.

Publicidade

É muito chocante para quem presencia uma pessoa que é atingida por uma simples linha; a incapacidade em ajudar no exato momento gera uma tristeza enorme, pois a pessoa vê o próprio sangue escorrer de seu pescoço, o que lhes resta é esperar pelo resgate.

A Proteção

A proteção é uma espécie de antena com um pequeno gancho que impede que a linha percorra até o corpo do condutor. É um instrumento muito útil para evitar os acidentes; se o condutor não se machuc,a ele corre o risco de cair tentando retirar a linha de si. Se algum motoqueiro, passando por uma comunidade, enxergar crianças correndo atrás de pipa, tenha cautela, diminua a velocidade e procure proteger o pescoço. 

Punição

Desde 2014 foi criado um projeto que pune o uso do cerol em vias e locais públicos, e foi aprovado pela Comissão de Justiça, alterando por fim o código Penal (Decreto lei 2.848/40). Mas sabemos que será difícil punir os responsáveis, como provar? Como descobrir quem foi o autor do delito, sendo que são crianças em bandos brincando com suas pipas e linhas mortais?

Segundo a Guarda Municipal da cidade de São Vicente, há uma lei também que apenas proíbe a comercialização e utilização do cerol (Lei 1603/A). A Guarda Municipal pede ainda que a população ligue para o disque denúncia de seu estado, se souber que alguém ou alguma empresa fabrica o cerol.

Publicidade

#Violência #Comportamento