O maior benefício da economia recorrente é contar com aquele cliente em longo prazo oferecendo um produto ou serviço mensal, trimestral, semestral ou anual, que regularmente o usufrui enquanto é assinante. Este tipo de economia também facilita muito a burocracia da empresa ao que tange a cobranças, trazendo agilidade e automatização das tarefas. Por exemplo, a emissão de boleto, atualização de planilha para não gerar cobrança indevida, inadimplência, dentre outras rotinas administrativas.

Além da cobrança, a economia recorrente abrange também os diversos pagamentos dos clientes oferecendo a eles maior comodidade e conveniência.

Publicidade
Publicidade

Para usuários que, muitas vezes, são ocupados e distraídos, a empresa pode oferecer o serviço de pagamento recorrente em seu banco a fim de que automaticamente seja debitado em sua conta. Desse modo, ele não tem que se preocupar em ir ao banco fazer o pagamento, perdendo tempo em filas ou contando com o serviço online.

A economia recorrente beneficia ambos os lados, a empresa e o cliente, com agilidade, pontualidade nos pagamentos e criando um relacionamento mais sustentável e duradouro.

Como funciona a economia recorrente

Como visto antes, a economia recorrente tanto aborda o pagamento como a cobrança.

Um dos exemplos é a Netfilix, a revista EXAME, academias, faculdades etc., cuja cobrança é feita mensalmente via pagamento em débito na conta do banco do assinante, o que não gera custos de impostos e taxas do cartão de crédito.

Publicidade

 

Para esclarecer melhor como isso funciona vamos ilustrar com a empresa Netfilix. Ela utiliza o modelo recorrente porque oferece uma gama de filmes, seriados e para que você possa assistir terá que realizar uma assinatura. Recentemente, ela ampliou o seu catálogo visando não perder clientes, fidelizando-os para permanecer no ranking desse segmento deixando seus clientes mais satisfeitos e felizes. 

Ao se associar em uma empresa que adota a economia recorrente, você contará com um serviço exclusivo e automatizado gerando o famoso “subscription economy” (clubes de assinaturas). Também é uma forma de vencer a crise econômica criando uma empresa neste modelo.

O funcionamento dessa modalidade de inovação comercial é bem simples. A empresa contrata um software especializado que gera os pagamentos e cobranças das assinaturas na conta do banco do assinante. Assim, o processo é automático!

Principais benefícios da economia recorrente

- Fidelidade dos clientes ao seu produto ou serviço (clientes fixos)

- Relacionamento em longo prazo

- Cria valor para as pessoas

- Exclui burocracia na empresa como papéis com cobranças, emissão de fatura, boleto, nota fiscal e carnê

- Simplifica os #Negócios

- Sustentabilidade ambiental, desperdícios

O que você pensa sobre essa economia recorrente? Compartilhe conosco! #Crise econômica #Crise no Brasil