Acredite, mas no  Brasil é mais fácil abrir uma igreja do que outro tipo de empresa ou instituição, como escola, posto de saúde ou teatro. Um cidadão honesto enfrentará uma enorme burocracia caso deseje, por exemplo, constituir honestamente uma micro empresa que oferecerá trabalhos para jovens. Além disso, este futuro microempreendedor terá sócios indesejados aos quais não poderá se livrar, como a própria Receita Federal, os fiscos estadual e municipal lhe cobrando todo o tipo de imposto. E cabe aqui salientar que o objetivo maior dele ajudar a tirar jovens das drogas, da marginalidade, do desemprego.

É fácil abrir uma Igreja

A receita é simples.

Publicidade
Publicidade

Quer enriquecer trabalhando pouco e sem ganhar na loteria ou virar político? Aqui no Brasil o caminho é abrir uma igreja evangélica. Basta alugar um velho cinema abandonado, decorar algumas passagens da Bíblia, reunir uma equipe de babacas para fingirem milagres e não se esqueça de colocar um terno com gravata; pronto, agora basta só cumprir alguns requisitos legais como:

  • apresentação do estatuto em duas vias originais,
  • ata de fundação com firma reconhecida de todos seus fundadores e diretoria,
  • visto de um advogado em todas as folhas com carimbo da OAB,
  • requerimento pedindo personalidade jurídica,
  • relação dos sócios fundadores e membros da diretoria definitiva ou provisória com qualificação completa:
    • Nacionalidade,
    • estado civil,
    • RG,
    • CPF,
    • profissão e endereço completo,
  • fotocópia do livro de atas (da organização, diretoria e do estatuto), e
  • visto do presidente em todas as folhas.
    •  A informação

Vantagens de abrir uma Igreja

Na contramão do bom senso, o Brasil cobre de vantagens e benefícios as instituições religiosas.

Publicidade

Não esqueçamos que estou me referindo às igrejas evangélicas. Elas gozam de vantagens diretas e garantidas por leis. Suas igrejas gozam de Isenção dos seguintes tributos: Imposto de Renda, IOF (Operações Financeiras), IPTU (Imóveis Urbanos), ITR (Imóveis Rurais), IPVA (Veículos) e Isenção  ISS (Serviços).

Enquanto estas igrejas evangélicas vivem esta regalia de não pagarem impostos e não declararem renda de nada e além disso  ainda se transformam em um verdadeiro formador de partidos políticos – lançando candidatos, interferindo nas políticas públicas além de atuarem decisivamente sobre o legislativo e executivo ganhando concessão de meios de comunicação, terrenos e prédios públicos. Aí vem a pergunta que não quer calar. Até quando as pessoas de bem vão suportar tanta enganação e picaretagem? Os pastores estão ocupando importantes cargos no legislativo, no senado e quem duvida que em breve possa se tornar Presidente da República!  

Pastores mais ricos do Brasil, segundo a Forbes, revista de negócios e economia americana

Em primeiro lugar, com uma fortuna calculada em dois bilhões de reais, está o fundador da Igreja Universal do Reino de Deus, Pastor Edir Macedo.

Publicidade

Em segundo, Valdemiro Santiago, R$ 450 milhões (da Igreja Mundial do Poder de Deus). Com R$ 306 milhões, Silas Malafaia é o terceiro. Em quarto lugar, com R$250 milhões, o fundador da Igreja Internacional da Graça de Deus, R. R. Soares. Encerrando a lista vem o apóstolo Hernandes e a Bispa Sônia, com patrimônio orçado em pouco mais de R$130 milhões. #Religião