A área da saúde nunca ficou tanto tempo em destaque nas principais mídias brasileiras e internacionais, pois o país está passando por uma crise que não está sendo causada por vírus em hospitais ou pela falta de estrutura da saúde pública, que já é conhecida de todos, mas sim por um mosquito que está transmitindo não apenas uma, mas três doenças  em toda a população, o que mostra que não se deve menosprezar nenhum inimigo, por menor que seja e principalmente quando é assunto de saúde pública.

O desafio maior não é de colocar equipes nas ruas, nas casas ou gastar em mídias de todas as formas, o grande desafio é fazer com que as pessoas tenham espírito coletivo, algo que infelizmente não é enraizado na nossa cultura, pois o mosquito Aedes Aegypti pode estar em qualquer tipo de sujeira e caso um terreno esteja sujo, todo o trabalho das demais pessoas pode ser perdido, pois um mosquito pode voar a uma distância muito longa.

Publicidade
Publicidade

Um dos grandes erros de muitas pessoas é achar que a solução de muitos problemas está nas mãos somente de governos e isso não é verdade e um dos exemplos é a epidemia de #Dengue, pois se cada pessoa fizer a sua parte, este problema pode ser diminuído e aonde não couber a competência da população, cabe as órgãos públicos agirem ( conscientização da população, agentes nas ruas, trabalho de limpeza em ambientes públicos, etc).

Outro fator crucial nesta guerra são as pesquisas científicas, em que sempre vão em busca de uma vacina para se combater uma #Doença, se por um lado é um grande avanço para a humanidade, por outro lado pode fazer com que as pessoas não tenham o mesmo empenho no trabalho preventivo, que deve ser uma constante, no caso de doenças transmitidas por vetores e como se não bastasse a criação de vacinas, se investe também em testes rápidos para Zika vírus e modificação de genes de mosquitos, o que mostra que a luta contra este mosquito começa desde o mais simples cidadão até ao mais conceituado cientista.

Publicidade

Há guerras que são individuais, que não tem como  outras pessoas lutarem por nós, mas tem outras que não se entra em combate sozinho e a guerra da dengue é uma delas, em que todos nós temos que lutar, pois não podemos perder a guerra não para um mosquito. #Tratamento