O Oitavo Congresso Fogo de Avivamento para o Brasil, contou com a presença de Benny Hinn, líder criticado por suas teorias e práticas de venda de 'toalhas ungidas'. Uma fala durante a apresentação da cantora Ana Paula Valadão gerou mal-estar entre líderes evangélicos, que teve resposta por parte do "apostolo" Agenor Duque.

Ana Paula Valadão, líder do Ministério Diante do Trono, teria aceito participar do evento do "apóstolo" Agenor Duque e sua esposa Ingrid Duque, mesmo eles sendo alvos de muitas críticas, não só no meio evangélico, mas também da imprensa em geral, acusados de praticarem "heresias" e fazerem alusão ao uso de "amuletos", o que iria contra alguns princípios da Bíblia, além de adotarem a criticada "teoria da prosperidade".

Publicidade
Publicidade

A "teoria da prosperidade" é refutada por muitos no meio Cristão Evangélico, inclusive por Ana Paula Valadão e seu ministério na #Igreja Batista da Lagoinha.

"Honre somente a Ele, Jesus Cristo”, pede Valadão

O "clima" teria sido gerado a partir de uma fala de Ana Paula durante sua apresentação no congresso, as práticas de Agenor Duque, com um certo teor de crítica, fazendo referência ao uso de "toalhinhas milagrosas", dizendo: “Você recebeu um 'símbolo' para ajudar na sua fé que é uma toalhinha[...]", seguida da observação de que "muitas pessoas iriam orar por elas e elas poderiam ser abençoadas e curadas, porém tudo o que elas receberiam seria da parte de Deus, e não da parte de homens", "[...] você não estará recebendo da parte de pessoa que tem nome na Terra", recomendando a todos que "creditassem em qualquer bênção recebida, como vinda daquele que é o "Todo Poderoso" e não dos homens, devendo honrar somente a Jesus Cristo", disse Valadão.

Publicidade

Benny Hinn e a "Teoria da prosperidade" 

Ana Paula não parou por ai em seu discurso, e continua sua crítica contra a teoria da prosperidade, adotada claramente por Benny Hinn em suas pregações e, abertamente, refuta esta prática, fazendo-se entender que, "se alguém chegou ao congresso na esperança de receber algo da parte de Benny ou do apóstolo Agenor, ou de acordo com o que iriam ofertar (dinheiro), isto seria um equívoco", e como que "profetizando" em nome de Jesus, disse: "[...] mas Jesus está dizendo: Sou eu que curo você!”.

A resposta do "apóstolo" Agenor à Ana Paula

"Teve uma pastora que falou mal dos lencinhos na televisão, mas eu tenho base bíblica para mostrar isso”

Assim começa a mensagem enviada a cantora gospel Ana Paula, onde Duque defende que há sim base bíblica para a "aquisição" dos lenços abençoados por Benny Hinn, no vídeo pode se ver uma tarjeta com os dizeres "Tome posse do lenço abençoado por Benny Hinn, faça uma oferta de R$ 100,00 e 'adquira' seu lenço".

Apoiado na Bíblia, o "apóstolo" lança sua defesa e contra-ataque, usando um versículo que diz que, "quem 'pecar' contra o Pai e contra o Filho será perdoado, porém quem pecar contra o "Espírito Santo" não será perdoado" (Lucas 12:10), e ironicamente, imitando um animal urrando, cita um vídeo, onde a cantora aparece imitando um leão no palco, durante um de seus shows, criticando que nisto sim, não há base bíblica e que nunca viu ninguém ser salvo nem curado, "através disso", e com olhar de desprezo, segue dizendo "Muitas pessoas levam o lenço e são curadas" e completa "Se você não crê, eu respeito, mas respeita quem crê."

Confira nos Videos:

Resposta de Agenor Duque:

Esta matéria não expressa a opinião deste veículo de comunicação nem de seus redatores, nos restringindo apenas em veicular a notícia. #Religião