Considerado uma das nações menos corruptas do mundo, o país apresenta o mais alto índice de transparência nos setores privados e públicos, diz estudo da ONG Transparência Global - Com um longo projeto de combate sistemático à #Corrupção nos mais diversos segmentos, a Dinamarca desde que os dados começaram a serem coletados ainda na década de 90, tem se destacado nos mais recentes resultados do ranking, figurando sempre entre as primeiras colocações.

Só para efeito de conhecimento de como funciona alguns critérios dessa análise comparativa entre as nações, a base de coleta de dados é por meio de entrevistas com especialistas membros de instituições, estes com parâmetros guiadas segundo a percepção dentro do setor público (Índice de Percepção de Corrupção).

Publicidade
Publicidade

Lições de Combate à Corrupção

Baixa Impunidade

  • Com tolerância é bastante restritiva com relação a ilegalidade no país, desde dos atos mais simples da sociedade civil até aos altos escalões de instituições públicas ou privadas -  com penas como multas e prisão para infrações de interesse econômico, com garantia de cumprimento da sentença.

 Políticos com menos regalias

  • Cargo: Membro do Conselho Municipal (equivale ao vereador) - Salário médio ( 6 mil reais ) ;
  • Benefício: Cartão para táxi ( uso exclusivo para eventos de caráter oficial, com divulgação pública e de conhecimento de membros de entidades sociais e civis);
  • Caso o político tenha dependentes, esses devem ser matriculados em escolas públicas.

Indicação de cargos

  • A equipe de trabalho do candidato eleito, é a mesma que coordenava as atividades da legislatura, os servidores são orientados a denunciar atos ilícitos, com penalidade de demissão em caso em que for considerado omisso;
  • Com a capacidade de promoção efetiva de mudanças nos setores a Ouvidoria Parlamentar, é o orgão que disponibiliza o contato direto com a população com abertura de espaço para críticas com relação aos serviços prestados pelo governo.

Segundo Gert Tinggaard Svendsen, autor do best seller "Trust", os dinamarqueses têm uma confiança mútua, historicamente arraigada, como exemplos:

  • É comum os frequentadores de centros comerciais deixarem o dinheiro após pegarem algum produto sem o intermédio de um funcionário para esse fim ou mesmo algum empréstimo como livros em bibliotecas sem a necessidade de terceiros para a garantia de devolução.

Gostou do artigo? Se foi últil para conhecer um pouco mais dos exemplos da Dinamarca, deixe seu comentário com mais sugestões de países que você tem interesse em obter mais informações. #Legislação #Europa