A população de Santos e São Vicente espera a um bom tempo o funcionamento do VLT (Veiculo Leve sobre Trilhos), que neste ano de 2016 finalmente começa a funcionar. O meio de transporte foi testado de graça pela população da região, que aprovou essa nova alternativa de locomoção.

 Os meios de transporte de São Vicente são vans particulares que tem vínculo com uma cooperativa e têm permissão de circularem até as divisas entre a cidade e Santos, os outros meios de transporte são ônibus de uma empresa privada, esta que é a mesma empresa que trouxe o VLT.

Melhoria na região

O VLT visa melhorar a situação do transporte na região de São Vicente e Santos, onde o fluxo de carros está cada vez mais precário em horários de pico. De inicio são quatro embarcações que atenderão as pessoas em duas estações: Mascarenhas de Moraes em São Vicente e Pinheiro Machado em Santos.

Publicidade
Publicidade

O projeto completo não está finalizado, conta com outras estações, são elas, Ponte dos Barreiros em São Vicente e a estação do Porto.

Sem conexões

O VLT não tem uma conexão com algum terminal, nem outro meio de transporte como ônibus municipal, por exemplo, os usuários pagam para usar apenas seu percurso, o que é bem diferente do metrô, onde há como ter uma conexão com o trem. Geograficamente, a cidade de São Paulo necessita ter esse tipo de serviço, já em São Vicente e Santos, onde o VLT atua, essa medida não foi implantada.

Atendimento

Para quem mora nos bairros Vila Margarida e cidade Náutica 3 e trabalha no bairro Itararé, Canal 1 e Gonzaga, o VLT pode ser de boa ajuda, já que o horário de atendimento é das 7:00Hs às 19:00Hs. Com todas as estações funcionando, o veiculo terá sua linha ampliada e seu horário passará das 6:00Hs às 23:00Hs, nesse ultimo horário servirá bem para os trabalhadores dos Shoppings que ficam localizados no bairro Gonzaga em Santos e também para trabalhadores que prestam serviços na estiva da cidade – parte portuária.

Publicidade

O sistema de acesso ao VLT conta com bilhetes únicos, os chamados cartões unitários, como o cartão metropolitano que serve para uso pessoal. Para obter este cartão é necessário cadastro pela empresa, já para os idosos o cartão Sênior.

Será possível comprar os bilhetes em pontos de vendas e nas estações através dos agentes uniformizados. #Inovação #Gasolina #Geraldo Alckmin