Um vídeo tomou conta da internet nesta madrugada de quarta-feira (16) postado no Facebook. Nele um casal é perseguido por dezenas de manifestantes que saíram às ruas para protestar após a nomeação do ex-presidente Lula para chefe da Casa Civil no governo Dilma.

Segundo o jovem agredido, eles estavam voltando do trabalho e resolveram passar durante a #Manifestação até que uma mulher passou e gritou no seu ouvido: - Fora Lula! Sua companheira rebateu dizendo que não concordava com aquilo, embora estivesse ali.

Isso foi motivo para que os dois fossem perseguidos por dezenas de manifestantes que agrediram inclusive a mulher.

Publicidade
Publicidade

No vídeo, vemos homens se dirigindo violentamente ao casal, inclusive obrigando-os a pular de uma barricada por baixo de um viaduto. No final eles contam como tudo aconteceu longe dos manifestantes. Veja o vídeo publicado pelo coletivo mídiatico NINJA: 

O casal ficou encurralado por dezenas de manifestantes, enquanto alguns poucos manifestantes tentavam controlar os agressores. As ruas foram tomadas após uma gravação, ser divulgada pelo juiz Sérgio Moro, que deve responder por essa quebra de sigilo. Além disso, as gravações foram feitas de forma irregular pela Polícia Federal.

O Brasil vive um estado de calamidade política e social e o que vemos nas ruas é o enfrentamento direto de classe, que é maximizado pela mídia e pelo judiciário responsável pela operação Lava-Jato.

As conduções anti-éticas, a corrupção e o sucateamento do Brasil fazem com que a população se revolte e Moro é culpado por essa agressão.

Publicidade

Por incitar o ódio no brasileiro que apaixonado por futebol hoje enxerga a política como uma polarização, PT ou anti-PT.

Falta espaço de representatividade para quem não concorda com parte das coisas e que defende a manutenção do governo eleito democraticamente. E o resultado dessa polarização pode resultar em um estado de vigília e de completo descontrole no Brasil, onde um golpe e uma ditadura militar podem ser oferecidos como forma de reequilibrar a política, que está completamente imprevisível. #Lava Jato #Impeachment