Dois dias antes que aparatados políticos, alguns que sequer ouviram falar do Alferes Joaquim José da Silva Xavier, se coloquem com seus discursos em punho e aproveitem para tentar limpar um pouco a imagem da classe, é importante comemorar o que também está prestes a se tornar uma triste lembrança, os índios.

Uma raça que um dia existiu e do alto de sua imponência ainda impressiona as pessoas com suas histórias. Em tempo, para os políticos que têm assessores fracos, o que não é de se impressionar, o alferes citado também atendia pela alcunha de Tiradentes.

O Dia do Índio

Onde e por que ele foi instituído? Foi no México, em Patzcuaro.

Publicidade
Publicidade

O fato ocorreu durante o primeiro Congresso Indigenista Interamericano. Foi lá que se recomendou que tal dia fosse instituído, o que aconteceu nos idos dos anos 1940.  Ele não tinha a finalidade de comemorar o fim de uma etnia. A ideia era facilitar seu estudo e desenvolver uma análise sobre o problema do índio na sociedade do homem branco. A proposição se perdeu no tempo.

O Brasil ecoou tal pedido e pelo decreto-lei 5540 de junho de 1943, se estabeleceu que tal dia aconteceria na data sugerida: 19 de abril. O documento foi exarado, em belos termos, e assinado com aquelas canetas que impressionam o eleitorado. As de pena de ganso eram as mais desejadas. O fato poderia ter colaborado para com a quase extinção dos gansos, mas eles foram salvos da dizimação total pelas tecnologias, como tantas outras coisas o foram.

Publicidade

Algumas vezes acontece a semana do Índio. Este ano, por razões corruptivas, ela não irá acontecer. Todos estão envolvidos com outro tipo de comemoração que surge no horizonte do Brasil varonil. Disto ninguém gostaria de participar. Não importa que lado venha a ganhar, qualquer vitória será uma vitória de Pirro (que virou nome de operação policial). Não é que o dito imperador também cedeu a interesses escusos? Para atender Cleônimo, um espartano de sangue real, ele atacou Esparta sem necessidade. O rei acabou morrendo, dizem alguns que foi por causa de uma telha que atingiu sua cabeça; outros, assassinado por um servidor, em uma batalha posterior na cidade de Argos. Mais uma vez se confirma que o mal nunca vence, fato com o qual os vencedores desta batalha devem se preocupar.

Qualquer dos lados que vença, até prova em contrário, ao mal parece pertencer. Mas nossa preocupação deve ser, no próximo dia 19 de abril, comemorar junto com os sobreviventes da raça indígena tal ocasião festiva. Isto antes que mais um traço da humanidade seja suprimido, como já o foram tantos outros. No censo realizado no Brasil em 2010, foram identificados aproximadamente 900 mil índios em nosso país. #Comunicação #História #Curiosidades