Fígaro! Fígarooo!!!

Quem não se lembra desse nome? Com certeza quem foi telespectador assíduo do Pica-Pau vai se lembrar do episódio O Barbeiro de Sevilha, no qual o pássaro canta Largo al factotum da ópera Il barbiere di Siviglia, ossia L'inutile precauzione, do compositor italiano Gioachino Rossini. E embora o curta-metragem tenha sido lançado em 1944, ainda hoje é capaz de arrancar boas risadas.

Os desenhos do passado continham muita #Música clássica. Outro exemplo é do próprio Pica-Pau, que teve um episódio inteiro dedicado ao compositor e pianista polonês Fryderyk Franciszek Chopin, onde Andy Panda e Pica-Pau tocam as seguintes composições: (1) Heroic Polonaise, Op. 53, (2) Fantasie Impromptu, Op. 66, (3) Écossaise, Op. 72, (4) Mazurka, Op. 7, (5) Scherzo, Op. 31.

Publicidade
Publicidade

Bons tempos em que as crianças se divertiam enquanto aprendiam a gostar de Chopin.

Outros que podem ser citados: o Pernalonga como maestro, o Mickey regendo The William Tell Overture (desenho no qual nos é apresentado pela primeira vez o Pato Donald), Tom e Jerry tocando Hungarian Rhapsody No. 2 de Franz Lizst, cujo episódio foi eleito o melhor desenho animado de 1994, novamente o Pica-Pau com o episódio Concerto na Marra, onde o Pica-Pau é um afinador de pianos e se vê no meio de um assalto e é obrigado a tocar Hungarian Rhapsody nº 2 porque o bandido exige; e o  terceiro filme de animação dos estúdios Disney, Fantasia, onde é apresentada uma série de músicas clássicas sob a regência do maestro Leopold Stokowski, sete delas foram executadas pela Orquestra de Filadélfia. Continha obras de Johann Sebastian Bach, Peter Llich Tchaikovsky, Paul Dukas, Igor Stravinsky, Ludwing Van Beethoven, Almicare Ponchielli, Modest Mussorgsky e Franz Schubert.

Publicidade

Muitos dos que cresceram vendo esses desenhos depois acabaram se tornando amantes da música clássica, ao se lembrarem do que tinham ouvido na infância. Se lembraram do que tinham ouvido na meninice e procuraram descobrir do que se tratava aquelas músicas instrumentais e descobriram muito mais em termos de música clássica ou música de concerto. O que mostra que as animações podem ajudar a formar gostos e tendências na vida adulta.

É uma pena que não são mais produzidos desenhos assim. Mas hoje é possível apresentar às crianças essas pérolas graças à internet. Com certeza muitos vão sentir certa nostalgia ao ver sua infância na internet junto com seus filhos. #Entretenimento #Curiosidades