O que se passa na cabeça de um brasileiro quando ele vê que em seu país há uma troca de valores? Onde aos olhos da presidente Dilma Rousseff, o "povo" é "golpista" e os militantes são o povo?

Como que o brasileiro reage ou reagirá com o abuso do poder? Pode se ver claramente a trama que envolve o planalto. Não precisa ser um especialista em política para entender que foi feita uma manobra para livrar o Sr. Luiz Inácio Lula da Silva das mãos competentes do então Juiz Federal Sérgio Moro.

A presidente do Brasil, além de suas manobras em favor de Lula, ainda está apelando para o exterior com o seu distorcido chavão "Não vai ter golpe", e se apoia em artistas como Letícia Sabatella e o ator americano Danny Glover.

Publicidade
Publicidade

Tendo o ministro Teori Zavascki feito o grande "favor" a #Dilma Rousseff de livrar Lula das mãos do juiz Sérgio Moro, ficou agora ao encargo do ministro da Fazenda, Nelson Barbosa, a incumbência de fazer a defesa dela na comissão de impeachment.

Brasileiro é um povo que vibra com carnavais, futebol e BBB, entre outras coisas, mas que parece ter despertado para a crise do país. Os manifestos têm levado uma grande massa de pessoas para as ruas, mostrando a indignação da sociedade com a #Corrupção e a injustiça neste país.  

Uma sociedade que conhece os seus direitos e não os troca por qualquer promessa. Não fecha os olhos para a corrupção e não permite que a sujeira seja jogada para debaixo do tapete, pode não ter frutos de imediato, mas com certeza seus filhos e netos verão os frutos que estão sendo plantados hoje.

Publicidade

Na operação "Mãos Limpas" na Itália, o fim não foi tão bom quanto o começo. Houve manipulação para proteger aqueles que ainda não haviam sido pegos. Novas leis para impedir a justiça de prosseguir com o trabalho dela foram feitas naquele país.

Parece que a presidente Dilma Rousseff fez o dever de casa e o ministro Teori Zavascki tem cumprido à risca o seu papel. Não se pode tolerar qualquer tipo de interferência ou manobras, feitas no intuito de livrar um investigado das mãos da lei. O planalto não é trono de milícia e as ferramentas da justiça não podem ser usada por mãos suspeitas. 

É preciso ficar atento aos movimentos do governo que pode sim, fazer o mesmo que foi feito na Itália. Utilizar-se de recursos para mudar as leis, de forma a favorecer o atual governo e proteger a máquina da corrupção para os próximos governos que virão.

Que os filhos e netos deste país, possam ter dias melhores do que nós! Pátria amada Brasil!  #Crise no Brasil