Um homem brasileiro foi encontrado morto dentro de sua casa em Madri, na Espanha. O homem, que teria por volta dos 30 anos, foi encontrado pela própria mãe, que foi visitá-lo na noite dessa terça-feira. Era por volta das 22 horas da noite, quando, ao entrar em casa, a mulher encontrou o filho caído no chão, envolto em uma poça de sangue. A mulher saiu correndo, desesperada, e contou para os vizinhos o cenário encontrado. Alegadamente, o homem teria um golpe no pescoço que motivou a perda de sangue e a morte. A polícia está investigando.

O cidadão brasileiro já foi identificado. De acordo com informações do jornal espanhol El Mundo, se trata de Bruno Pires de Andrada.

Publicidade
Publicidade

Se desconhece ainda há quanto tempo esse homem brasileiro estava vivendo em Madri, apesar da publicação adiantar que Bruno vivia nesse apartamento no centro da cidade, há três meses. Ele morava sozinho e a mãe foi visitá-lo na terça-feira, quando encontrou o seu corpo caído no chão. 

Da mãe ainda nada se sabe, até porque ela ainda não foi capaz de prestar quaisquer declarações. A senhora, que também poderia estar vivendo em Madri, entrou em estado de choque e não conseguiu prestar seu depoimento, como a polícia está pretendendo. O depoimento da mãe de Bruno poderia ser crucial para ajudar a polícia nessa investigação, que, no momento, está muito complexa. 

As autoridades madrilenas estão apontando para um homicídio. Bruno poderia ter sido degolado por uma outra pessoa e a perda de sangue teria sido a causa da morte.

Publicidade

No entanto, ainda não foi detido suspeito algum. A polícia não tem dúvida de que teria sido uma outra pessoa a cometer esse #Crime ou, pelo menos, que outra pessoa esteve presente na casa de Bruno, momentos antes do degolamento. É que existem vestígios de sangue fora do apartamento, que a polícia acredita pertencer ao homicida. Para as autoridades, existe uma outra pessoa envolvida nessa história e que teria ficado ferida durante essa ação. 

Alegadamente, o homicida poderia ter saído correndo do apartamento de Bruno, perdendo sangue na escada do prédio. O depoimento da mãe de Bruno e de outras pessoas próximas do brasileiro, poderão ajudar a polícia a chegar no assassino e nas motivações para esse crime.  #Europa #Casos de polícia