Cada sociedade apresenta os seus costumes, culturas e hábitos específicos que diferem de povo para povo. Por exemplo, o que os brasileiros fazem ou tem por #Comportamento usual aqui no Brasil, pode ser algo bastante desrespeitoso para os povos de outros países.

Enfim, a cultura é algo que impressiona e varia diametralmente do Brasil para o Japão, desse para a Grécia, e dessa para Ruanda na África, ou seja, as regras e leis são globalizadas, mas alguns costumes estão profundamente regionalizados nas diferentes regiões do planeta.

Conheça alguns costumes brasileiros tidos como ofensivos em outras nações

  • Alimentar-se em locais que não sirvam comida: é comum no Brasil, que os nativos comam caminhando pela rua, em pontos de transporte público e áreas públicas sem nenhuma reclamação por parte de outras pessoas.

Por outro lado, caso isso aconteça em Ruanda, no continente africano, será um ato grosseiro por parte de quem come fora de um restaurante ou local destinado a servir refeições.

Publicidade
Publicidade

  • Emitir um “joinha” para outra pessoa: os brasileiros habitualmente dão um “joinha” como um sinal positivo para quem encontra na rua, escritório ou em outros lugares públicos, o que funciona como concordância a uma pergunta ou, até mesmo, uma maneira especial de cumprimento.

Porém, se isso for feito no Médio Oriente, não será encarado com naturalidade, pois é o equivalente a mostrar o dedo do meio para qualquer pessoa. Nos países daquela região, basta um sorriso ou um aceno com a mão aberta quando estiver em dúvida de como proceder.

  • Deixar o prato sem restos de comida: as mães brasileiras ficam felizes quando as crianças comem toda a comida dos pratos, não deixando restos, mas na Tailândia e China, essa situação é tida como sinal de estupidez, pois caso não sobre comida no prato, significa que o proprietário da casa não preparou a quantidade adequada de alimento.
  • Chegar atrasado nos compromissos: é cultural no Brasil que as pessoas se atrasem ou posterguem a chegada em algum compromisso previamente agendado; todavia, na Alemanha não há tolerância em sentido algum para atrasos. Os germânicos pontuam os atrasos como um desvio grave de caráter educacional, por menor que esse seja.
  • Aperto de mãos: algo tão comum e “inofensivo” no Brasil, no cumprimento de uma pessoa, para com outra isoladamente ou em grupo, é tido nas ilhas das Filipinas como um comportamento desrespeitoso e até mesmo agressivo, ou seja, você brasileiro, cumprimente com a voz a outra pessoa quando estiver por lá.
  • Gorjeta pelas atividades do garçom: os brasileiros que se encontram no Japão ou Coréia do Sul, quando dão gorjetas para os garçons, podem ter problemas com uma ação tão puritana, uma vez que nesses 2 países, muito provavelmente, os garçons não queiram receber a gorjeta. A explicação é simples, uma vez que esses profissionais têm em mente não precisar de motivação ou incentivo a mais para desempenhar as atividades deles com louvor.
  • Pizza coberta com ketchup: os brasileiros que vão à Itália e ao comer pizza besuntam o alimento com ketchup, cometem um verdadeiro sacrilégio para os italianos e eles irão olhar para os sul-americanos com cara explícita de nojo. O povo local tem o ketchup como uma ofensa ao cozinheiro ou chef que preparou cuidadosamente o alimento. O chef para eles, sabe o que adicionar especificamente no cardápio pedido.

Os costumes dos brasileiros são melhores ou piores do que os dos outros povos? Ou na realidade os “gringos” é que não sabem viver com alegria e despojamento.

Publicidade

Qual a sua opinião?! #Turismo #Trabalhar no exterior