Dia a dia as pessoas se beneficiam desapercebidamente de aparatos tecnológicos inovadores, proporcionando praticidade e benefícios a todos. Por outro lado, graças a alguns inventores do povo grego no passado, é que o mundo moderno consegue usufruir de todos esses inventos. 

Alguns podem questionar que não foram os gregos os inventores diretos, mas eles foram sim os responsáveis por sedimentar o caminho para muitas dessas utilidades e conveniências, ou seja, a Grécia até hoje impressiona por sua beleza e os gregos ficam sendo lembrados pela sua inteligência.  

10 invenções usadas diariamente graças ao espírito criativo dos gregos

  • Relógio com alarme: o filósofo grego Platão, no século IV a.C., foi o 1º a ter um despertador. O invento era um relógio de água. A medição do tempo desejado foi contada por meio de notas musicais que ecoavam através de um órgão de água, funcionando como um despertador.
  • Portas automáticas: o 1º protótipo era movimentado pelo vapor e não eletricidade. Heron de Alexandria, uma espécie de “professor Pardal” da época, criou um sistema hidráulico e o instalou em um templo Alexandrino. O restante da engenhoca funcionava à base de fogo, água e vapor, que finalmente tracionava cordas que abriam as portas. 
  • Cimento: olhe ao seu redor e pergunte-se onde estaria sem o cimento? Apesar de ser uma palavra romana, a partir do ano 100 a.C, os gregos inventaram a 1ª substância que dava liga aos materiais, adicionando calcário em uma mistura de argila, água e areia para construções. Tanto é assim que, até hoje, vestígios de cimento podem ser encontrados nas ruínas da maioria das construções gregas no litoral da Turquia no Mar Egeu. 
  • Aquecimento Central: era um sistema de “ar forçado” feito pelos gregos e posteriormente aperfeiçoado pelos romanos. Tratava-se do trabalho de escravos que queimavam constantemente algum material e o ar quente era direcionado por uma tubulação que saía do chão. 
  • Moedas (dinheiro): hoje em dia muitas pessoas reclamam do peso das moedas nos bolsos ou carteiras. Objetos no formato de fichas que tinham valor financeiro já eram usados quando a Grécia atingiu o seu ápice, mas foram os gregos que fabricaram moedas de vários tamanhos e com materiais distintos, caracterizando valores diferentes nas mesmas.

  • Guindaste: foi inventado no século VI a.C. para erguer pedras pesadas nas construções dos templos gregos. 
  • Mapas: os automóveis modernos já vêm de fábrica com GPS (ou mapas) e o mesmo com os celulares. Já imaginou como seria difícil locomover-se sem os mapas? Anaximandro (610-546 a.C.) elaborou o conceito de latitude e longitude. Posteriormente, Eratósthenes e Estrabão fizeram mapas do mundo conhecido da época. Então, da próxima vez que usar o mapa do Google para ir a um destino qualquer ou mesmo um GPS, dê um “salve” para Anaximandro! 
  • Pias com água corrente e chuveiros: os gregos antigos eram bastante higiênicos e lavavam-se com argila, encharcavam suas peles de óleos e tinham banhos de vapor. Possuíam ainda chuveiros e também um sistema de esgoto versátil. Os aquedutos e sistemas de esgotos eram feitos de canos de chumbo e a água era bombeada para fora e para dentro das casas de banho. 
  • Guarda-chuvas: antigos guarda-chuvas gregos foram feitos de ossos grandes e folhas de árvores desde o século IV a.C.
  • Máquinas automáticas de vendas: a 1ª delas foi Heron de Alexandria que fez, o mesmo das portas automáticas, engenheiro e matemático grego, responsável por grandes invenções durante o seu período de vida.
#Negócios #Educação #Curiosidades