Jair Bolsonaro, o homem que mais assusta a esquerda brasileira tornou-se réu em um processo no STF graças aquela moça que defende o 'direito dos criminosos'.

O que a esquerda está tramando para ser a queda da popularidade esmagadora do deputado, está demonstrando o quanto boa parte dos brasileiros repudiam as armações esquerdistas desse país, que interpretam as leis de acordo com aquilo que lhes é mais benéfico e ainda pisam sobre normativas que deveriam valer para todos, criando tribunais de exceção que julgam de maneira distinta pessoas consideradas 'ameaças' aos seus respectivos 'reinados'.

Pelas redes sociais, como Twitter e Facebook, milhares de pessoas se mobilizam para apoiar o deputado e preparar eventos à favor do mesmo.

Publicidade
Publicidade

O número de seguidores de Jair continua aumentando de maneira 'assustadora', para a esquerda, é claro.

Existem diversas manifestações agendadas em todo o Brasil em apoio ao deputado e como da última vez, é possível que boa parte da imprensa vendida não divulgue como deveria, esquecendo-se que o princípio fundamental do jornalismo é mostrar a verdade e não o lado da laranja que lhe parece mais interessante.

Não são só anônimos

O apresentador Danilo Gentili também comentou a decisão do Supremo e fez piadas do mesmo, que está processando alguém por dizer que não iria estuprar uma mulher. Karol Eller também se manifestou pelas redes sociais e liderou a campanha 'Somos Todos Bolsonaro'.

O senador José Medeiros (PSD-MT) também criticou a decisão e até o ministro Marco Aurélio de Mello disse que é uma perda de tempo o Supremo aceitar um processo por conta de uma opinião que deveria ser resolvida entre as duas pessoas envolvidas.

Publicidade

O ato de parcialidade de quatro ministro do Supremo Tribunal Federal geraram repúdio inclusive em quem não apoia ou concorda com tudo o que o deputado federal fala. A verdade é que Bolsonaro só está passando por esse processo porque ele é o Bolsonaro.

Se fosse outro parlamentar o tratamento seria muito diferente. Aliás, porque as feministas não denunciaram Lula por chamá-las de 'grelho duro'? E há alguns anos, quando um deputado federal foi acusado de espancar a mulher e virou manchete em todos os jornais, porque até a mídia abafou o desfecho do caso? Será que tem a ver com o fato de tanto esse 'deputado', quanto o Lula serem apoiadores do governo falido de Dilma?

Brasil, um país de poucos! #PT #Internet #Câmara dos Deputados