O pequeno Diogo, de apenas 4 anos, cometeu um deslize bastante corriqueiro em crianças da sua idade; ele empurrou uma coleguinha em sua escola. Mas a indisciplina não passou despercebida e o garoto acabou punido.

Tudo aconteceu quando, em vez de pedir licença para poder passar, Diogo resolveu empurrar a amiguinha Isabelle. O fato foi relatado por uma professora que, na presença da mãe Tavane Carvalho, perguntou ao garoto se ele não tinha nada para lhe contar.

Dizendo apenas que estava muito triste com o filho, a mãe permaneceu em silêncio durante o percurso até sua residência enquanto pensava que tipo de punição aplicaria ao menino.

Publicidade
Publicidade

Já em sua casa, Tavane colocou-se frente a frente com Diogo e exigiu que ele a olhasse nos olhos enquanto ela lhe orientava de que não é correto agredir os coleguinhas, muito menos do sexo feminino.

Depois do bate-papo, Diogo foi colocado de castigo em seu quarto, de onde saia apenas para ir ao banheiro. O garoto tentou reverter a pena ao sensibilizar sua mãe, tendo orado a Deus dizendo que não faria mais o que fez e lhe pedindo desculpas por diversas vezes, mas não adiantou; Tavane manteve o castigo.

Um dia depois, em nova conversa com o filho sobre seu mau comportamento, a mãe decidiu que ele deveria se desculpar formalmente com Isabelle entregando-lhe flores escolhidas por ele próprio. Diogo optou por um vaso com violetas.

Ao buscá-lo na escola, uma professora relatou à Tavane que seu filho fez exatamente como ela o orientou: desculpou-se prometendo à coleguinha que não mais repetiria o mal feito e, em seguida, lhe entregou as flores que foram retribuídas com um abraço.

Publicidade

Aliviada com o gesto reparador de Diogo, a mãe diz esperar que a agressão contra uma menina nunca mais se repita. Ela publicou a foto em seu Facebook, na sexta-feira, relatando o acontecido e incluindo as hashtags ‪#‎naosebateemmulher, ‪#‎sóflores, ‪#‎sócarinho‬, #‎vaiserumprincipe‬ e #‎nãoéfácil‬". Nos comentários, Tavane recebeu muitos elogios e foi parabenizada pela atitude. A postagem acabou viralizando na #Internet. #Educação #Família