Neste final de semana, a página no Facebook "Evangélicos da Depressão" lançou a campanha "Eu boicoto o dízimo - Minha oferta é apenas para ajudar necessitados". A fanpage conta com o apoio das páginas Ovelhas Fora do Curral e João Batista Papo Reto, que incentivam as pessoas a reverter o dinheiro que seria entregue nas denominações evangélicas para ajudar irmãos com dificuldades financeiras.

Esse grupo de cristãos alega que, de acordo com a Bíblia, o dízimo era uma prática judaica, e não cristã, descrita em Deuteronômio 14. Ela incluía entregar, nos templos antigos, a décima parte dos alimentos produzidos pela comunidade para poder ajudar necessitados, como as viúvas, os pobres e os estrangeiros.

Publicidade
Publicidade

Esse ato era feito de três em três anos.

O grupo alega que o ato de dizimar em dinheiro todo mês praticado nas igrejas evangélicas não é bíblico, que no Novo Testamento todo dinheiro recolhido era revertido em ajuda à necessitados, e não para construir templos luxuosos, ou para financiar as extravagâncias de pastores modernos. A causa é apoiada por vários seguidores que acreditam que o dinheiro da #Igreja deveria ser empregado de forma diferente da atual.

Os fiéis se queixam da falta de transparência das igrejas evangélicas sobre o modo como tem empregado o dinheiro recolhido. Também por inventarem cada vez mais pretextos para o recolhimento de ofertas, não mostrando nenhum ou pouco benefício para a comunidade, principalmente os menos favorecidos.

Alguns seguidores das páginas que apoiam o projeto chamam os pastores de "ladrões", pois ficam com todo o dinheiro para sustentarem seus próprios luxos.

Publicidade

Muitos deles também afirmam que a cobrança do dízimo não foi realizada na igreja primitiva, sendo praticada apenas na comunidade dos judeus. Ainda dizem que os apóstolos orientaram os irmãos a ofertarem segundo o "propósito do coração", baseado no versículo de 2 Corintios 9:7.

Assim, eles se recusam a entregar um dinheiro com valor estipulado por homens que se intitulam 'pastores' e que não tem cuidado das 'ovelhas' de acordo com os ensinamentos de Jesus Cristo. #Religião