Por acaso você já ouviu falar de algum lançamento de um filme pornográfico evangélico? É isso mesmo. A novidade será lançada no mundo gospel e chamará atenção de todos. Segundo fontes ligadas ao assunto, esse novo filme será produzido visando uma maior educação sexual para o "povo de Deus". De acordo com os produtores dessa indústria, esses filmes produzidos não vão ser iguais aos pornôs da internet ou de locadoras comuns, mas sim fundamentados em um maior respeito ao ser humano.

Até algumas regras foram estabelecidas. A primeira delas é que somente casais casados no papel é que serão retratados nesses filmes, ou seja, em uma produção pornô cristã, somente marido e mulher serão os protagonistas do ato sexuais e não devem contracenar com outros parceiros como nos pornôs comuns. A segunda delas e não menos inusitada define uma forma pura de retratar o sexo dentro um contexto de um casamento cristão.

Publicidade
Publicidade

Os protagonistas devem demonstrar através das ações e comportamentos um estilo de vida cristão, cuja fé é o ponto principal. Serão exibidos um jovem meditando a bíblia e frequentando a #Igreja, por exemplo.

A terceira regra gira em torno das obscenidades que serão proibidas. Chega até ser cômico falar em filme adulto sem isso. Parece surreal, mas é uma das regras para os produtores. Serão aceitas apenas expressões naturais relacionadas ao prazer do ato sexual. Todos os protagonistas deverão abordar uns aos outros com respeito e carinho, sempre.

A última regra definida foi que não haverá sexo extraconjugal, a não ser para ilustrar cenas relacionadas ao adultério. Os casais nunca deverão ter relações fora do casamento a não ser que seja a título de demonstração de quanto as pessoas sofrerão pelos seus pecados se fizerem isso.

Publicidade

 A idéia do filme já tem muita discussão no meio religioso. Algumas pessoas estão horrorizadas com esse tipo de projeto, mas tem pessoas que concordam com a ideia. O assunto ainda vai dar muito o que falar se esse filme sair.

E aí? Vai assistir ao pornô evangélico? Se você concorda ou não, opine e compartilhe.

 

  #Comportamento