Conforme mostra um estudo realizado pela Universidade de Essex, localizada no Reino Unido, o sexo feminino pode ser definido por dois gêneros sexuais: bissexual ou lésbica. Essas informações são do site oficial do jornal britânico Daily Mail. A pesquisa foi realizada pelo nomeado Dr. Gerulf Rieger, que atua no Departamento de Psicologia. Ele selecionou 345 mulheres e explica que: "Mesmo que a maioria das mulheres se declare hetero, nossos estudos comprovaram com muita nitidez que, quando estamos falando de algo que as excita, elas se revelam gays ou bissexuais, mas jamais somente heterossexuais".

Quando essas mulheres assistiram vídeos que mostravam mulheres e homens em cenas picantes, analisamos uma por uma e de acordo com a dilatação de suas pupilas, conseguimos concluir que as que afirmaram ser heterossexuais acabam se excitando observando os vídeos de ambos os sexos, enquanto aquelas que se diziam ser lésbicas ficaram altamente atraídas pelos vídeos que destacavam imagens femininas, e não demonstraram nenhum desejo pelos vídeos que mostravam homens.

Publicidade
Publicidade

"Isso conseguiu nos mostrar que o jeito como as mulheres se exibem em público não quer dizer que realmente conseguimos saber quais são as suas verdadeiras preferências sexuais", concluiu o estudioso.

Algumas matérias apresentaram esse estudo de uma forma tendenciosa, e é muito importante enxergarmos e considerarmos que qualquer tipo de produção cientifica vem trazendo uma grande visão do nosso mundo, relacionamentos e valores. No caso desse estudo, podemos começar a ver como é minúscula a visão sobre a sexualidade.

A orientação sexual é algo extremamente restrito em alguns casos; estamos vivendo em uma sociedade que vem limitando de inúmeras formas a expressão e fluidez afetiva. Temos que entender que a sexualidade não é apenas uma atração sexual, mas sim, um contexto histórico, social e também afetivo.

Publicidade

Então, quando tentamos limitar a sensualidade das mulheres e seus estímulos sexuais, automaticamente estamos negligenciando a sua complexidade.

É realmente importante estudar e discutir a fluidez e também a complexidade que está por trás das inúmeras expressões de sexualidade. Mas fazermos generalizações ou tirar conclusões sobre isso só vai criar uma guerra contínua. #Curiosidades #Comportamento