A educação nas escolas é um tema muito discutido por pessoas de todas as faixas etárias e classes sociais. Discutimos sobre professores, orientadores, diretores, alunos, grade curricular, dentre outros fatores, mas será que é só nesse ponto que se encontra o erro de ensino das escolas?

As escolas têm o “ensino” voltado apenas para a gravação de fatos ocorridos e isso não se aplica apenas para a matéria de História como a maioria das pessoas pensam. Hoje em dia, nas escolas, os alunos são avaliados por sua capacidade de gravar determinados assuntos e não por sua capacidade de pensar e desenvolver seus conhecimentos. Isso não é apenas nas escolas mas também em faculdades, pós-graduações, e por aí vai.

Publicidade
Publicidade

Será que não devíamos ter um ensino de verdade para que as pessoas possam realmente aprender a pensar, raciocinar e ter pensamento lógico, em vez de apenas gravar o que é falado pelo professor? Para muitos, essa "gravação" é ser inteligente, mas isso é apenas memória, gravar.

Vamos pensar que eu chame um aluno que está tendo aula sobre determinado curso e forneço um problema para ele resolver. Ele não vai conseguir se estiver fora do que ele lê e ouve nas aulas que ele frequenta, porque tudo que o aluno sabe é o que ele gravou. Não confunda gravar com aprender.

O aprendizado é muito importante para a formação de pessoas. Dar às pessoas a possibilidade de resolver problemas, de ter uma forma de pensar em vez de apenas tentar lembrar o que gravou, estimular a criatividade, desenvolver assuntos e projetos em vez de continuar na mesma coisa de sempre.

Publicidade

Não estou dizendo e nem posso dizer que não é importante ter o conhecimento dos acontecimentos passados gravados, porque precisamos deles para desenvolver as ideias novas. Mas só este conhecimento, como é “ensinado” hoje, não basta para se tornar uma pessoa inteligente. Não podemos nos prender aos assuntos da atual grade curricular, pois ela é falha. Precisamos de incentivo para tentar achar novos meios de fazer as coisas, sair da zona de conforto em que "tudo está bem, tudo está bom", porque não esta.

Essa é apenas uma pequena reflexão que é importante que as pessoas façam, para que possamos melhorar a #Educação de todos e a educação que é oferecida nas instituições de ensino; precisamos de mais pessoas inteligentes. #Escola