Não é novidade para ninguém que o sexo tem inúmeros benefícios para o corpo humano. Com base nessas inúmeras vantagens, os atletas olímpicos usam e abusam do ato carnal nos alojamentos de suas seleções. Em uma entrevista publicada na revista Superinteressante, o nadador Ryan Lochte afirmou que, em média, 75% dos atletas fazem sexo livre durante as #Olimpíadas e que alguns competidores até brincam que, se não fizerem sexo, correm o risco de perder a motivação nos jogos e o foco na medalha.

Por incrível que possa parecer, sexo não é proibido durante os Jogos; aliás, em certas ocasiões parece que quase virou regra. As pessoas passam muito tempo confinadas e acabam fazendo amizades com atletas de várias seleções durante o evento, e o sexo acaba sendo inevitável.

Publicidade
Publicidade

Sendo assim, o comitê organizador dos jogos Rio 2016 está distribuindo camisinhas suficientes para que o sexo role à vontade. De acordo com o jornal Folha de São Paulo, a organização está distribuindo cerca de 450.000 preservativos masculinos e femininos além de 175.00 sachês com lubrificantes. A média será de 84 camisinhas por atleta, o que daria 6 utilizações por dia, ao longo dos 14 dias do evento. Só para se ter uma comparação, nos jogos de Londres em 2012, foi distribuído apenas um terço dessa quantidade. Aliás, desde 1992, nos jogos olímpicos de Barcelona, a distribuição de camisinhas se tornou obrigatória para os atletas. 

A maior preocupação do comitê é com o vírus Zika, que também pode ser transmitido por relações sexuais. O time da Austrália fez a opção de vir para o Brasil trazendo seu próprio estoque de camisinhas e similares, a fim de se garantir durante o evento.

Publicidade

As explicações para toda essa fogosidade são a média de idade dos jogadores, que fica abaixo dos 30 anos, a tensão pela conquista da medalha, a beleza de alguns atletas e a quantidade de energia armazenada pelos mesmos, que em um determinado momento precisa ser liberada. O caso deixou muitas pessoas curiosas e tem sido o assunto mais comentado na internet.  #Curiosidades