Ter um relacionamento a distância e conseguir manter o amor intacto por meses, sem ver seu companheiro, nunca foi fácil. Mas um pequeno filhote vira-lata argentino nos deu uma verdadeira aula sobre o amor. Ele se apaixonou por uma comissária de bordo, que estava hospedada em um hotel perto de onde o pequeno apaixonado procurava comida.

A comissária alemã, Olivia Sievers, desembarcou na Argentina para cumprir uma escala de trabalho, trajeto que ela normalmente fazia. Ao chegar no hotel onde ela passaria a noite, antes de voltar para a #Alemanha, Olivia diz que um #Cachorro procurando comida chamou sua atenção. Enquanto seus companheiros de trabalho adentravam no hotel, ela ficou para trás e foi em direção do filhote.

Publicidade
Publicidade

"Quando tentei me aproximar, ele se tremia, acredito que de medo, foi então que eu me sentei e deixei ele me cheirar. Não demorou muito para ele perceber que eu não o faria mal, dei um pouco da comida que havia trazido do avião e passei alguns minutos o abraçando e brincando com ele", disse a comissária. 

O que para Olivia fora alguns poucos minutos com um cão de rua, havia sido a experiência mais incrível e amorosa para este mesmo cão. O filhote provou do lendário "amor à primeira vista". Quando viu sua amada ir em direção do hotel, o filhote se posicionou na porta de entrada do hotel e por lá ficou durante toda a noite, segundo funcionários do mesmo hotel.  No outro dia, quando a comissária se levantou e saiu em direção ao aeroporto, para voltar à Alemanha, lá estava o pobre vira-lata a esperando. 

Infelizmente, Olivia nada pode fazer e a despedida era inevitável.

Publicidade

Semanas depois de chegar em casa, a comissária recebe uma ligação do hotel em que havia se hospedado na Argentina. "Eles me ligaram falando que o cachorrinho ainda estava na porta do hotel, me esperando. Falaram que uma das recepcionistas tentou leva-lo para a sua casa, mas ele fugiu e novamente foi para o hotel. Ele durante a noite procura comida e durante o dia te espera, me disseram". 

Olivia então entendeu que a vida queria uni-los e, daí em diante, procurou alguma companheira que fosse fazer a escala Alemanha - Argentina e estivesse disponível para trocar com ela. Três meses depois de sua despedida do apaixonado filhote, Olivia conseguiu voltar para a Argentina e, para sua infinita surpresa, ele estava na porta do hotel, a esperando.

Ela passou o dia atrás dos papeis para trazer o seu eterno amigo Rubio, agora devidamente nomeado, para a sua casa na Alemanha. A história de amor comoveu não apenas os funcionários do hotel, como comoveu o patrão de Olivia, que arcou com todos os custos de transporte do cão da Argentina até a Alemanha.

Rubio trocou as ruas e o lixo da Argentina, por um lar amoroso e uma companheira, graças a sua persistência e a caridade de Olivia. Agora ele corre no gramado de sua mais nova casa, junto a seus outros companheiros alemãs.