Você é dessas que acorda cedo, prepara o café da manhã, leva filho na escola, arruma a casa, faz almoço, lava e passa as roupas e ainda faz o jantar? Enquanto o maridão sai cedo para trabalhar e só volta a noite? Se sua resposta for sim, você entra em um cenário quase inexistente nos dias atuais. É claro que o papel do homem de trazer o dinheiro para casa é primordial, mas a divisão das tarefas nos lares brasileiros é uma realidade necessária e mais do que justa. Como diz o ditado, o pão dividido é mais gostoso...

Segundo uma pesquisa norte-americana casais que dividem as afazeres domésticos e os cuidados com os filhos são mais felizes na relação e tem uma vida sexual mais ativa e prazerosa.

Publicidade
Publicidade

Independente se a mulher trabalha fora ou não, o homem deve ajudar com as tarefas, pelo menos aos finais de semana. A análise foi feita com 478 casais heterossexuais, com menos de 45 anos de idade, que tinham filhos e com renda familiar de baixa a moderada.

Tal estudo apontou que casais em que a mulher era responsável por mais de 60% dos cuidados com os filhos e nos afazeres em geral, tiveram as piores avaliações no que diz respeito da qualidade da vida sexual. Já os casais em que o homem assumia toda ou a maior parte do cuidado com os filhos, a vida sexual não era afetada em nada.

O estudo não disse ao certo os motivos pelo quais a divisão de tarefas trazia um vida conjugal mais feliz e prazerosa. Todo mundo sabe que, um dos princípios para se ter um relacionamento feliz e duradouro é o companheirismo, afinidade, paciência e principalmente respeito pelo parceiro.

Publicidade

Caso falte alguns desses temperos, a relação é fadada ao fracasso, mais cedo ou mais tarde.

Estamos em pleno século XXI, na era da tecnologia, do mundo globalizado e acreditar que ainda existem casais em que a mulher é praticamente escrava do marido e que este não é capaz nem de enxugar a pia do banheiro ou nem mesmo de lavar o copo que tomou água? É inaceitável, no mínimo. Se você é assim acorde para a vida e tome as rédeas da situação. #Dicas #Comportamento