Muitas pessoas acham que a timidez é algo extremamente negativo para a vida de quem carrega essa característica em sua personalidade.  Esse sentimento faz com que o indivíduo sinta grande dificuldade em interagir com as pessoas de seu convívio social e também pessoal, seus sentimentos e pensamentos acabam sendo bloqueados pela sua própria mente, dificultando a convivência em diversas áreas de sua vida.

Philip Zimbardo, que atua na Universidade de Stanford, Califórnia, organizou um grupo de pesquisa para finalmente entender o que acontece com as pessoas tímidas. Foi organizado alguns questionários sobre o tema e logo depois distribuído para aproximadamente 5 mil pessoas de várias partes do mundo.

Publicidade
Publicidade

Os resultados foram impressionantes e provou que 80% das pessoas que responderam o questionário, se consideram tímidas e somente 40% assumem serem tímidos atualmente, e dizem que isso não atrapalha a sua vida social e pessoal.

A professora e psicóloga da Universidade Unifesp, Denise Diniz, conta que a timidez pode ser classificada de duas formas: a primeira é a situacional, que acontece somente em ocasiões características. Já a segunda é algo crônico e atua em todas as formas do convívio social do paciente, fazendo com que ele tenha muita dificuldade me conviver com a sociedade.

Bernardo Carducci, um renomado especialista em timidez também conta que é muito importante tentar entender o que acontece com as pessoas tímidas, e não devemos tentar mudá-las. “Não pense você que ser tímido é algo errado.

Publicidade

O único problema que envolve a timidez e não saberes entendê-la e deixar com que ela tome conta das situações que precisamos enfrentar. Precisamos controlar esse sentimento”, aconselha Bernardo. Quando aprendemos a conviver com a timidez, vamos saber usufruir das vantagens que esse sentimento nos oferece. Conheça quais são os benefícios de ser tímido.

Protege a sua imagem e sua vida pessoal

A timidez faz com que a vida, sentimentos e pensamentos do tímido sejam menos expostos. Denise Diniz, coordenadora do setor de gerenciamento de qualidade de vida da universidade Unifesp explica que esse tipo de atitude é vista como uma autodefesa, pois pessoas tímidas acabam sendo cautelas e adquirem atitudes mais adequadas para cada situação de sua vida. Sabendo preservar melhor a sua vida pessoal, e tendo um autocontrole maior, se tornando uma pessoa mais equilibrada em seus atos.

Relacionamentos

Denise também explica que, “A cautela que o tímido carrega em sua personalidade é muito benéfica em seus novos relacionamentos, principalmente quando estão iniciando um relacionamento amoroso ou também de amizades”.

Publicidade

A timidez costuma se misturar com o medo e isso faz com que eles só se entreguem a um relacionamento quando se sentem confiantes, colocando o respeito e a amizade no topo da relação. Isso faz com que a decepção seja menor em suas relações.

Bons ouvintes

Os tímidos sabem ser bons ouvintes. A psicóloga Anna Hirsch Burg que atua no Núcleo Brasileiro de Pesquisas Psicanalíticas afirma que: “As pessoas tímidas sabem demostrar interesse pelo outro, sabem dar lugar para que o outro fale e expresse seus sentimentos, isso é uma das melhores qualidades de uma pessoa tímida”. Ela também ressalta que, existem pessoas que sentem a necessidade de falar mais e ser o centro da conversa, isso expressa uma grande insegurança, algo que a pessoa tímida pode não carregar em sua personalidade. #Dicas #Comportamento