Quando nos unimos à pessoa que amamos, o maior desejo é fazer com que essa relação dê certo e ambos se tornem felizes e completos juntos. Mas infelizmente não é sempre assim que acontece, por mais que o casal se esforce para manter o relacionamento vivo, algumas coisas contribuem para que o amor acabe esfriando. A rotina e discussões rotineiras podem ser os maiores culpados para que tudo isso aconteça e acabe com a harmonia de um relacionamento estável.

Esse tipo de crise pode abrir caminhos até mesmo para uma possível traição, fazendo com que o fim do relacionamento se torne real e doloroso. Mas para que isso seja evitado em seu relacionamento, reunimos alguns sinais que podem mostrar o quando seu relacionamento está indo mal e o que você pode fazer para que essa situação seja rapidamente revertida.

Publicidade
Publicidade

O silêncio

O escritor Albert Mehrabian, autor do livro Silent Messages (mensagens silenciosas), realizou um estudo para descobrir como o ser humano poderia se comunicar de uma forma não verbal. Com o estudo ele conseguiu o resultado de que 93% das formas em que nós seres humanos podemos nos comunicar de uma maneira harmonia é com gestos faciais, tom de voz e também postura.

Por isso, ele ressalta que é muito importante quando os casais usam esse meio de conexão, o toque e o olhar tem grande poder na relação. Uma especialista em terapia de casal sugere que, antes que o casal comece a conversar normalmente, eles devem se sentar um de frente para o outro, dar as mãos e ficarem alguns minutos ali, sem falar nada, apenas se olhando. No começo é normal que ambos fiquem desconfortáveis com a situação, por não ser um costume rotineiro entre o casal.

Publicidade

Isso faz com que os dois se olhem e reflitam a importância que o parceiro tem em sua vida, além de gerar lembranças de tudo que viveram juntos.

O toque

O psicólogo Harry Harlow estudou e chegou a conclusão de que o toque é um dos motivos para que o desenvolvimento dos primatas aconteça de forma benéfica, provando que não é necessário receber somente cuidados básicos, pois isso não é capaz de suprir a necessidade que o afeto é conforto físico é capaz de oferecer.  

Com esse estudo também foi possível descobrir os efeitos negativos que a falta de afeto e toque pode causar no desenvolvimento de nós humanos. Muitas crianças órfãs passaram por testes, pois seu desenvolvimento não estava acontecendo do mesmo modo em que acontecem com crianças que vivem em um ambiente familiar harmonioso, eles apresentavam problemas em seu crescimento, peso, emocionais e também mentais. O resultado mostrou que tudo isso era falta de afeto e não era causado apenas pela saúde física, mas sim pela emocional.

Uma pesquisa realizada pelo cientista James Coan, descobriu que receber o toque de quem nos passa segurança pode reduzir dor e ansiedade.

Publicidade

O olhar

O olhar também tem o poder de aproximar casais que estão passando por alguma crise conjugal. O pesquisador Michael Orlans explicou que, quando um bebê olha para os olhos de seu cuidador, é a maneira com que se comunica para ter uma possível aproximação. As crianças também usam o olhar para receber mensagens que mostram o envolvimento e as emoções de suas mães, o que vai ter uma importante influência na segurança emocional que essa criança vai carregar para o futuro.

O olhar, muitas vezes, é tão anulado em um relacionamento, que não raramente os casais estão conversando assistindo TV, olhando no celular ou fazendo algo que é considerado mais importante do que os olho no olho.

Muitos casais acham que se sentando ao lado de seu amor e passando algumas horas assistindo TV já é uma forma de estarem conectados, mas a verdadeira conexão entre os casais vai muito além. É necessário haver esforço para nutrir qualidades indispensáveis nos relacionamentos. Muitos casais deixam de lado a presença, conversa, toque, olhar para ficarem horas em seus celulares, se esquecendo de que o mais importante está ali, ao seu lado.  #Dicas #Comportamento