Um estudo revelou que as amizades íntimas são capazes de mudar a maneira com que você se comporta ou vive.

A pesquisa, que foi realizada no Massachusetts Institute Of Technology, nos Estados Unidos, mostrou que as amizades podem influenciar no #Comportamento pessoal do indivíduo.

Os pesquisadores Abdullah Almaatouq, Laura Radaelli, Alex Penthand e Erez Shmueli estudaram qual o grau de mudanças que uma amizade íntima pode afetar no comportamento de uma pessoa.

Segundo a pesquisa, as redes sociais também podem influenciar no comportamento, causando, por exemplo, ações coletivas, e isso influencia no comportamento pessoal.

No caso das amizades, elas acabam fazendo com que uma pessoa mude seu jeito de agir, ou pensar por influência do outro.

Publicidade
Publicidade

Tanto no fator negativo, como no positivo.

Por exemplo, um amigo íntimo pode ajudar o outro a abandonar o tabagismo, perder peso, ou cuidar da saúde, apenas pela influência de palavras e atitudes, que fazem com que o outro se sinta estimulado a mudar. Mas, também, podem influenciar o outro a começar a fumar ou beber, ou ter outros hábitos não tanto saudáveis.

Ou seja, elas também podem trazer influências negativas, como mudanças de padrões e conceitos, prejudicando até mesmo a vida da pessoa.

Segundo a pesquisa, as redes sociais compartilhadas por amigos íntimos, podem mudar de tal forma o comportamento da pessoa, fazendo com que ela viva de forma que o outro aceite, ou seja, criando um ambiente nas redes sociais mais homogêneo possível, mesmo que isso seja contra algumas opiniões próprias, e comportamentos reais.

Publicidade

Ainda, de acordo com o estudo, pessoas que tendem a ter várias amizades íntimas de nível social mais elevado que o seu, podem mudar seu comportamento para tentar se igualar às amizades.

Muitas amizades podem também surgir através dos círculos sociais por causa do nível social, não sendo amizades que se estabelecem naturalmente, mas apenas por causa do status, e que, na maioria das vezes, não são recíprocas, conforme informou a pesquisa.

O que você pensa sobre isso? Opine! #Dicas #Curiosidades