Tenho me deparado com questões referentes à criação de #Pássaros que têm me feito refletir bastante sobre a preservação das espécies. Uma dessas questões refere-se ao ponto de vista reverso de criadores de pássaros e "defensores da liberdade".

Sabemos que a criação de pássaros em #Gaiolas é um dos costumes mais comuns em diversos países, inclusive, no Brasil. Assim como sabemos também que todas as espécies de animais têm suas particularidades e merecem os cuidados necessários para que estas sejam mantidas com dignidade. Por exemplo: os pássaros nasceram para viverem em liberdade e acho que, quanto a isso, ninguém tem dúvida.

Publicidade
Publicidade

Ou tem?

Mas a questão que se propõe reflexão no momento é: como manter tantos pássaros vivos e em liberdade se a natureza está sendo devastada? Como pretendemos que os pássaros sobrevivam sem que em seu habitat natural haja os mantimentos básicos para isso? Um pássaro que se alimenta predominantemente de frutas, por exemplo, não poderá mudar sua alimentação para o concreto das construções que estamos edificando!

Mas como toda questão tem dois lados ou mais, vamos descobrir 3 motivos para (não) criar pássaros em gaiolas?!

Conheça 3 motivos para criar pássaros em gaiolas

1º Os pássaros são animais encantadores que, dependendo da espécie, podem ser muito dóceis, interagir com o criador vindo pegar a comida na mão e até reconhecer um nome pelo qual forem chamados;

2º É possível descobrir os alimentos preferidos deles e colocá-los à disposição sem que sofram por não encontrar mais essa alimentação em seu habitat natural;

3º Cuidar de pássaros é uma terapia maravilhosa! Sua beleza e seu canto pode mudar, de verdade, o humor do seu criador.

Publicidade

3 bons motivos para não criar 

1º Como a maioria dos pássaros brasileiros ou não podem ser liberados para criação pelo Ibama ou só é possível a muito custo (financeiro e outras burocraciais), a criação poderá ser efetivada como crime;

2º Alguns pássaros, principalmente quando não são mais jovens, demoram ou não se adaptam bem ao ambiente de uma gaiola;

3º Dependendo de como o pássaro foi adquirido e de qual é a sua espécie, o criador pode estar colaborando, indiretamente, com o tráfico de animais e os maus-tratos advindos disso.

Criar ou não criar pássaros em gaiolas?

Devido ao fato de muitos pássaros não serem permitidos, por lei, para serem criados em gaiolas, o ideal é escolher espécies que possam ser criadas sem que se adquiram problemas judiciais, como por exemplo, a #Calopsita. Esse pássaro, da Austrália, pode ser criado livremente no Brasil. Você poderá dizer a todos os seu amigos que possui uma calopsita, inclusive, postar fotos no seu facebook com ela! Maravilha que todo criador adora fazer! Sem contar que ela se acostuma fora da gaiola (tendo uma de suas asas devidamente 'podada").

Publicidade

A outra questão é: como ajudar a manter as espécies que estão morrendo por falta de condições naturais? A resposta para essa questão eu não tenho, mas o fato de podermos refletir sobre isso, já nos faz pessoas melhores e mais dignas para, um dia, quem sabe, podermos criar pássaros sem gaiolas e também sem as prisões das nossas construções de concreto mortais que fizemos em nome da civilização e do conforto!