Considerando o grau de intensidade que chegou a violência hoje em nosso meio, não é difícil perceber o quanto imune estão as pessoas mais fragilizada e marginalizadas pela alta sociedade. E diante desse contexto, podemos citar os abusos constantes que passa o povo ultimamente,  perdendo seus direitos, mesmo constituído por lei.

 As pesquisas atuais apontam que o país ultrapassa números exorbitantes de casos relacionados a crimes e agressão física. A região que mais sofre com isso é a Nordeste, por manter um índice elevado de pessoas sem instrução, além do IDH baixo em muitas cidades. Esses aspectos advêm de muitos pontos inerentes a questões como; politica, discriminação, desigualdades sociais e econômicas no Brasil, regido sobre a condução daqueles que governam.

Publicidade
Publicidade

No entanto, o que chama mais a atenção hoje sobre os atentados a vida sãos as constantes criatividades realizadas por estes indivíduos que se especializam cada vez mais nesta prática errônea de viver e fazer algo contra as leis, desrespeitando-a e promovendo a insegurança contra a nação e seus semelhantes.

Fato até então chocante, aconteceu que, no interior de São Paulo, na cidade de Sorocaba, um homem com vestimenta de palhaço, utilizando de uma arma de fogo, rendeu uma família que se preparava para festividade de casamento em um bufê. Ele, o assaltante, não estava só, juntamente com dois acompanhantes, pegaram os pertencentes das vítimas, mais uma quantia de 500 reais e fugiram levando o carro.

Tudo aconteceu em uma propriedade da família. O mais hilário foi que, quando o palhaço entrou na festa, ninguém desconfiou, achando que era mais um dos preparativos.

Publicidade

Porém, o que fica sobre este acontecimento é, como sempre, a questão de insegurança em nosso país, além da falta de comunicação entre ambos que organizaram a festa e aqueles que faziam a segurança. Tendo em vista que nos dias de hoje como não se pode mais brincar de estar tudo bem, é preciso ficar atentos aos acontecimentos e noticiário a despeito do crescimento da #Violência em todas as regiões brasileira. #atentados a vida #Crime