Neste domingo (30). o candidato Alexandre Kalil (PHS) foi eleito o prefeito de Belo-Horizonte. Ele obteve 52,98%, num total de 628.050 votos apurados nas urnas. João Leite (PSDB) obteve 47,02% na #votação totalizando 337.356 votos e foi derrotado pela terceira vez na capital mineira. Terminou assim uma disputa eleitoral bem acirrada entre os candidatos. No primeiro turno, o deputado João Leite tinha conseguido 395.952 votos, ficando com o primeiro lugar na votação, percentual de 33,40%. Kalil tinha tido 314.845 votos e conseguido o segundo lugar no pleito, com o percentual de 26.56%.

Alexandre Kalil é um administrador e foi presidente do Clube Atlético Mineiro.

Publicidade
Publicidade

Ele foi considerado um excelente comandante do Galo e realizou muitos feitos para o clube, como a contratação de Ronaldinho Gaúcho e a conquista da Copa Libertadores da América, a primeira para o clube.

Os ataques

Durante a campanha a prefeitura de BH, Kalil foi alvo de duras críticas e ataques por parte do seu oponente, que colocou em xeque a honestidade do ex-presidente do Atlético. João Leite acusou o empresário de não ter quitado o IPTU da sua firma Erkal Engenharia junto à PBH e de não ter efetuado os pagamentos dos direitos dos seus funcionários ao INSS. Mas o candidato do PHS não omitiu os fatos diante do eleitor e se justificou dizendo que no #Brasil a maioria das pessoas tanto físicas, quanto jurídicas, deve, e que ele era um homem comum.

Nos debates, principalmente os do segundo turno, o confronto entre os dois concorrentes em aflorado.

Publicidade

Os eleitores se depararam com um forte acirramento entre Kalil e João.

O jogo

Na disputa eleitoral muita coisa estava em jogo. De um lado estava o concorrente do PSDB representando a "Velha Política", do outro Kalil mostrando a mudança, "O novo jeito de fazer política". E o empresário, em sua frase de campanha, passava a mensagem de que ele não era político e sim ele mesmo.

Alexandre quis mostrar á população da capital mineira que ele era um homem diferenciado, sem alianças partidárias ou conchavos.

Já o deputado do PSDB teve a sua imagem ligada ao senador Aécio Neves, que é o presidente do partido. Os mineiros, na última eleição á presidência da República, o derrotaram em Minas, contra Dilma Rousseff. A petista obteve maior votação na terra do pão de queijo.

Houve na capital de Minas, nessa eleição, muitas abstenções, votos em branco e anulados. Esses números mostraram que os eleitores ficaram indecisos e insatisfeitos, com as propostas e exibições dos candidatos nos debates.

A vitória

O resultado das urnas mostrou que a população optou por um novo viés na política, o novo e o inovador.

Publicidade

O eleitor estava cansado do PSDB, que esteve comandando a prefeitura junto com o prefeito Márcio Lacerda, por oito anos. A área da saúde e transporte que ficou a cargo do partido de Aécio deixou a desejar e transformou tudo em um caos.

A proposta de Kalil, na campanha política, foi a de resgatar a saúde em BH e colocar o hospital do Barreiro para funcionar. Na parte do transporte prometeu não demitir os cobradores de ônibus e não aumentar a passagem, em sua gestão. #Eleições 2016