Certamente você já ouviu alguém falar que se o segundo dedo do pé for maior que o dedão, a mulher vai comandar o marido. Pois bem, essa afirmação pode até ter algum fundamento, pois existem três tipos diferentes de pé, principalmente quando se avalia o tamanho dos dedos.

Conforme relatos do ortopedista José Vicente Pansini, presidente do Comitê de Pé e Tornozelo da Sociedade Brasileira de Traumatologia e Ortopedia, os tamanhos dos dedos podem variar de acordo com a sua descendência e também influenciar no seu caminhar e postura. Para que você entenda melhor, acompanhe e veja qual é o modelo do seu pé:

Pé egípcio

O pé egípcio é aquele em que o dedão é bem maior, e os outros são progressivamente menores.

Publicidade
Publicidade

Esse tipo de pé costuma ser menos comum e atinge aproximadamente 30% da população mundial.

Pé quadrado

Pessoas que possuem esse modelo de pé têm os primeiros dedos de tamanhos bem parecidos. É um modelo raro, pois apenas 10% da população tem esse modelo de pé, que também é conhecido como pé romano.

Pé grego

O pé grego tem o segundo dedo maior que o dedão e os outros dedos. O doutor José Vicente revela que esse modelo é bem comum entre os brasileiros, pois ele é tipicamente do povo ocidental.

Outros tipos de pés

O ortopedista lembra que também existem outros modelos de pés, existindo outras nomenclaturas que podem classificar os pés, como os planos (que são os conhecidos “pé chato”) e também o pé cavo (que tem o modelo bem arqueado).

Existem também os que são nomeados pelo tipo de sua pisada, que pode ser sipinada, neutra ou pronada.

Publicidade

Cada um desses modelos que citamos pode interferir na nossa postura e também na maneira como caminhamos. 

Quando notamos que nossa pisada pode estar interferindo diretamente em nossa saúde e causando dores no corpo e musculares, é necessário procurar o auxílio de um especialista, só assim conseguiremos encontrar a solução e o tratamento certo para esse tipo de aborrecimento que, muitas vezes, é julgado como algo passageiro. Devemos lembrar que nossos pés nos sustentam e, logicamente, que devemos nos lembrar de que eles também precisam de cuidados. #Curiosidades