No complexo mundo dos relacionamentos, ninguém gosta de ser traído ou trocado por outra pessoa. A sensação de rejeição é péssima para quem já teve esse desprazer, e dificilmente o rejeitado esquece ou perdoa quem o fez isso passar por isso. A mágoa acaba prevalecendo na maioria dos términos das relações amorosas, seja por traição ou porque o parceiro se interessou por outra pessoa. Mas uma pesquisa norte americana, realizada por psicólogos da Universidade Binghamptom, em Nova Iorque, aponta que as mulheres que passaram por por alguma decepção amorosa, se dão bem em suas relações futuras.

Foram entrevistadas cinco mil pessoas que já tinham passado por términos de relacionamentos e a conclusão foi de que as mulheres que tinham sido traídas ou trocados por outra, fizeram uma escolha mais inteligente no próximo #Relacionamento.

Publicidade
Publicidade

A dor da perda do parceiro ou de ter sido enganada, as tornaram bem mais seletivas quando o assunto é a escolha de um pretendente. Segundo o pesquisador Craig Morris, as pessoas desenvolvem uma certa astúcia na hora de se relacionarem e criam uma espécie de barreira de contenção para as coisas que se passaram com o parceiro anterior.

As pessoas, em especial as mulheres, desenvolvem mecanismos de defesa no fim dos relacionamentos e a dor da perda, com o passar do tempo, vai diminuindo gradativamente. Em torno de 85% das pessoas vão passar por términos de relações amorosas alguma vez na vida. Quando o relacionamento termina, elas vivenciam um período de luto e depois da experiência usam mais a sua inteligência para não cometer os mesmos erros do passado e para detectar algum sinal comprometedor no pretendente.

Publicidade

A questão do sofrimento por causa da traição do parceiro acaba sendo superada por elas de uma forma mais inteligente. Como diz aquele velho ditado que decepção não mata mas ensina a viver, Morris diz que elas estão lidando, e muito bem, com isso e estão fazendo valer o sábio ditado. Para as relações futuras, elas estão mais com o pé atrás e sempre analisando o parceiro para evitar transtornos amorosos, frustações e perda de tempo. #Dicas #Curiosidades