Por vezes, pensamos em certas coisas que nos faz indagar se possuímos algum sintoma de psicopata.

Quando sentimos ciúmes demais por um namorado, ou outras coisas rotineiras que acontecem em nossa vida, por exemplo. Afinal, somos nutridos de sentimentos variados, e isso as vezes pode acabar saindo do nosso controle.

Quem nunca por exemplo sentiu ciúmes de algo que não lhe pertencia? Ou acabou tendo um excesso de raiva por um motivo banal? Mas será que esses sintomas podem estar ligados a psicopatia?

Bom, de acordo com a psicóloga Fabiane Curvo, todos os sintomas de um psicopata iniciam-se na adolescência, na maioria dos casos.

Publicidade
Publicidade

Para ter um diagnóstico mais claro, é preciso em primeiro lugar preencher três características no mínimo.

Com base nessas característiccas, você pode fazer o seguinte teste respondendo às perguntas abaixo:

1) Você é impulsivo sempre?

2) Possui algum transtorno de conduta? Por exemplo, não cumpri promessas que faz, ou simplesmente não paga dividas quando pode?

3) É agressivo? Possui algum comportamento sexual exagerado? Não sente remorso por coisas que faz que acaba prejudicando outras pessoas?

Se as respostas acima forem positivas, é bom procurar o médico, pois você pode estar sofrendo de algum tipo de psicopatia.

Em primeiro lugar, esteja ciente que a psicopatia pode envolver vários sintomas e ser de diversas formas. Uma das terapias mais indicadas para o tratamento é a "Terapia Cognitiva Comportamental".

Publicidade

Nessa terapia, a pessoa passa por treinamento de habilidades social para poder conviver com as pessoas ao seu redor. Através do tratamento, é possível ajudar o doente a se socializar.

Vale lembrar que cada caso é um caso, e para isso os tratamentos devem ser adequados ao nível de psicopatia diagnosticado em cada paciente.

De acordo com o Site Vix, psicólogos desenvolveram alguns testes em que é possível identificar o tipo de paciente psicopata. Mas saiba que uma avaliação real somente é possível através de um especialista, que buscará descobrir se o problema é algo mais sério, e saber o tipo de tratamento mais adequado para cada tipo de psicopatia. #Dicas #Curiosidades #Saúde