Protestos em assembleias legislativas e em câmaras federais tiveram uma conotação diferenciada no dia 16. Os manifestantes em Brasília chegaram na sessão pedindo a ditadura militar, em um episódio muito grave em uma casa que deveria ser do povo. Isso se caracteriza uma intervenção muito agressiva que apela para o ato de força . Nesse sentido, o país está se confeccionando em um cenário muito complexo, onde muitos acham que estamos caminhando rumo à convulsão social.

Existe manifestações que são muito agressivas, de uma intolerância colossal, invasões de escolas e inúmeras greves no país, quase como se fosse uma falta de luz no fim do túnel, e o governo não consegue dar uma resposta econômica adequada, os indicadores da nossa economia e de desemprego mostram claramente a degradação, incluindo também os estados, que estão em um clima terrível, principalmente no Rio e Rio Grande do Sul, que, infelizmente, tende a piorar no começo de 2017.

Publicidade
Publicidade

Com todo esse cenário, estamos indo rumo a uma espécie de "desobediência civil". Um exemplo do que aconteceu no Rio de Janeiro também, dois policiais passaram para o lado dos manifestantes, deixando a proteção da assembleia. Esse é um sintoma natural da crise de autoridade que está instalada no país.

Infelizmente os políticos têm contribuído para que isso acontecesse, ja que os partidos políticos estão de costas para a população há muito tempo. No exemplo de Brasília, é claro que não se justifica o pedido da ditadura militar, mas o que eles queriam mesmo era dar um basta na 'bagunça", porque hoje existe um movimento articulado dentro do governo e dentro do congresso que deseja parar a Lava Jato, principalmente agora que ele começou a chegar no PMDB e PSDB. Esses manifestantes, provavelmente foram pela retirada da Dilma, tanto que quiseram mudar o país, no entanto, eles já perceberam que o país pode ter mudado para pior.

Publicidade

Sendo assim, concluímos que essas manobras para votar a anistia do caixa 2 e tentar parar a Lava Jato, provocam a ira da sociedade que foi para as ruas e lutou para a moralização do país e simplesmente, se sentem enganados por essa classe #Política. #Economia