Você já ouviu falar de mensagens escondidas no meio de filmes, séries e até no meio da programação de algumas grandes emissoras de televisão? Pois então, tratam-se das mensagens subliminares.

As mensagens subliminares são aquelas “escondidas” no meio de filmes, séries, entre outros. Elas são imperceptíveis a olho nu, ou seja, você como telespectador não vai conseguir perceber essas mensagens. Mas então por que as empresas colocariam este tipo de coisa no meio dos filmes? Bom, por meio de uma pesquisa realizada pelo publicitário Jim Vicary em 1956 isso pode aumentar o consumo de alguns produtos. No seu estudo, por exemplo, ele descobriu que mensagens como: “coma pipoca” e “beba Coca-Cola” aumentaram o consumo destes produtos em 57% e 18% respectivamente.

Publicidade
Publicidade

Mas como isso é possível? A resposta está em que você não consegue perceber essas mensagens subliminares nos filmes, todavia seu subconsciente grava a #mensagem fazendo com que você fique mais propício a consumir determinados produtos.

É importante salientar que famosas mensagens subliminares muito conhecidas pelo público, como por exemplo, a mensagem “sexo” na poeira de uma cena do #Filme da Disney O Rei Leão (The Lion King, Disney, 1994), na verdade não o são. Os comerciais insólitos da famosa marca de cosméticos Jequiti, que costumeiramente vemos piscando na tela no meio da programação de uma emissora de televisão, também não são considerados como mensagens subliminares.

Na verdade é difícil elaborar uma lista de verdadeiras mensagens subliminares, pois elas passam muito rápido, cada mensagem dura aproximadamente o tempo de um frame (0,04 segundos).

Publicidade

Um dos casos descritos como mensagem subliminar aconteceu no filme Bernardo e Bianca (The Rescuers, Disney, 1977), que durante uma cena quando Orville desce carregando os dois em meio a prédios por um mínimo instante aparece a cena de uma mulher nua. Como descrito anteriormente, impossível de se perceber a olho nu, porém nas versões mais antigas do filme (a Disney removeu a imagem nos atuais DVDs), a mensagem está lá. Curiosamente parece que o que houve foi alguma brincadeira de algum ilustrador, já que a imagem não tem cunho publicitário algum.

Agora fica dúvida, até que ponto é ético se utilizar desse tipo de artifício para alterar as vontades de uma pessoa e incentivar o consumo de um produto? O código de ética dos publicitários sugere evitar este tipo de artifício que impede o livre arbítrio do consumidor e o código de defesa do consumidor proíbe a prática, porém a fiscalização realmente deixa muito a desejar, deixando espaço para que companhias possam explorar este artifício. Empresas grandes como o McDonalds e a própria Coca-Cola, por exemplo, já receberam diversos processos judiciais em relação a este tipo de #publicidade.

Publicidade

Deveras, é verdade que a probabilidade de você já ter tido experiências com este tipo de anúncio ao longo de sua vida é muito grande e o fato é que mesmo com poucas pesquisas sobre a eficácia deste tipo de publicidade, é bem verdade que as produtoras e grandes marcas continuam utilizando-a para se promover, mesmo sendo eticamente questionável.