Esse talvez seja um dos assuntos mais comentados e revoltantes. É impossível imaginar que uma pessoa tenha coragem de ter atitudes tão desprezíveis contra seres inocentes e extremamente dependentes daqueles que deveriam oferecer amparo. O abuso sexual, psicológico e físico é uma das realidades presentes na vida de inúmeras crianças ao redor do mundo. E foi o que aconteceu com a pequena Zoe, uma menina de apenas 8 anos que sofreu constantes abusos vindo das pessoas que deveriam oferecer apenas proteção e segurança.

O vídeo que vamos mostrar expressa a realidade que muitas pessoas desconhecem, e mostra a realidade de uma pequena criança que convive com a violência doméstica.

Publicidade
Publicidade

Conforme o abuso foi comprovado, a criança foi retirada da família, separada de seus irmãos e adotada por outra família que precisou lutar diariamente para conquistar novamente a confiança da criança, já que ela passou anos sendo violentada por sua família legitima.

O vídeo foi elaborado por Nathanael Matanickse e foi compartilhado mundialmente, tornando possível que muitas pessoas passaram a estar cientes da triste realidade que muitas crianças estão sofrendo. Muitas delas já estão em processo de adoção e carregam a esperança de que finalmente ter uma família que lhe ofereça a segurança e carinho que elas merecem.

Veja o vídeo:

Estatísticas aterrorizantes

A organização Children’s Rights realizou uma pesquisa e revelou que aproximadamente 2 milhões de crianças estão sofrendo abusos com a violência doméstica no mundo inteiro.

Publicidade

Depois disso, a grande maioria apresenta problemas psicológicos graves, e 15% demonstram transtornos mentais gravíssimos. Grande parte delas estão vivendo em orfanatos e aguardam anos para serem adotadas por uma nova família, já que seus parentes foram totalmente proibidos de visita-los devido aos abusos físicos cometidos. Infelizmente, 10% das crianças crescem acima da idade e podem permanecer nessas instituições sem chances de serem adotadas, e grande parte delas passam a aumentar as estatísticas dos moradores de rua, desemprego, prisão e saúde deficiente. A adoção se torna ainda mais dificultosa quando a criança está entre 8 a 10 anos, pois muitas famílias preferem crianças menores.

Expectativa

O assunto deve ser compartilhado para que nosso governo ofereça alguns tipos de melhorias e facilitem as etapas das adoções, tornando possível que boas famílias finalmente consigam adotar e fazer essas crianças felizes e amadas. A instituição alerta que os abusos precisam ser denunciados, principalmente por familiares que estão presenciando as agressões físicas e psicológicas. Lembrando que toda criança é digna de receber cuidados e ser extremamente amada. #Curiosidade