A discussão em torno dos padrões de #Beleza é extremamente complexo, pois a todo momento somos bombardeados por uma mídia que procura vender padrões estéticos. É ela que dita a moda através de propagandas, apresentando estilos de vestuário e comportamento e definindo o que é ser belo e estar na moda. Todavia, a beleza propagada como ideal, muitas das vezes é bem distante da realidade de muitas pessoas.

Nesse contexto, tem-se preestabelecido conceitos e padrões de beleza desde a infância, na qual a menina, que ainda brinca de boneca, já almeja ser esteticamente igual à boneca Barbie. Porém, o que não se percebe, é que essa idealização que a criança ou do adolescente vem concebendo como ideal e aceitável, nem sempre é algo salutar.

Publicidade
Publicidade

Em decorrência dessa beleza preconcebia e estabelecida versus a beleza real, vemos adolescentes anoréxicos, colocando suas vidas em risco para ter o corpo semelhante ao de uma boneca.

Nessa ditadura da beleza, vemos também adultos que lotam academias, salas de espera de consultórios médicos e clinicas de procedimentos estéticos. Submetem-se as dietas da moda, que prometem um #Emagrecimento rápido e de preferência sem muito esforço, colocando a saúde em risco, na busca do corpo que caiba no manequim 36 ou 38, da Barbie.

A busca do corpo perfeito, é fruto desse padrão de beleza imposto e aceito desde a infância e que geralmente perpassa por todas as faixas etárias, sendo que aqueles que não se enquadram correm o grande risco de serem vistos como feios e fora dos padrões de beleza estabelecidos.

Publicidade

Como se o conceito do belo é estar enquadrado num manequim tamanho P ou utilizar a numeração 36 e 38.

Portante, é urgente e necessário que nossas meninas tenham a coragem de romper com esses conceitos que lhes são impostos durante toda a vida, e que muitas vezes as fazem passar uma grande parte da vida carregando o grande peso que é ter que caber dentro dos padrões estéticos de uma sociedade. Um padrão que estabelece o peso e a medida que se deve ter para ser aceito como parte integrante da mesma. #Dieta