Recriar um clássico é uma tarefa árdua e perigosa, e essa era a principal expectativa quando o canal Fox anunciou que lançaria uma série baseada em um dos principais ícones cinematográficos de todos os tempos: O Exorcista. O filme original, de 1973, é sem dúvida um dos marcos do cinema, não só pelo conteúdo, mas também pela forma, e a imagem de uma menina com a cabeça virada para trás aterrorizou diversas gerações.

É preciso lembrar como era o mundo nessa época, sem a facilidade de acesso à informação, a vídeos, artigos e documentários sobre o tema possessão. Esse contexto ajudou a mitificar o assunto e o filme, embora a batalha entre o bem e o mal seja um tema recorrente e quase tão antigo quanto a humanidade.

Publicidade
Publicidade

No entanto, o mal nunca houvera sido tão bem mostrado, e o simples fato de qualquer pessoa, inclusive uma menina aparentemente normal, poder ser alvo de uma entidade maligna mostrou o quão vulneráveis somos e como o mal habita entre nós, mesmo que sorrateiramente.

Roteiro da série respeita o original e acrescenta novidades

O grande mérito da série O Exorcista, recentemente encerrada, está no respeito à trama original e à forma como a retomada da estória foi conduzida, recheada de surpresas e reviravoltas. Mesmo os fãs mais puristas e nostálgicos do filme ficaram satisfeitos, e para a nova geração, que talvez sequer tenham visto o filme, também foi contemplada com um roteiro ágil e dinâmico, que não se atém apenas à possessão em si, mas cria um contexto que a legitima e envolve diversos outros elementos que enriquecem a trama.

Publicidade

Nem mesmo a interrupção da exibição por duas vezes, ou a incerteza sobre a continuidade da série desanimaram os fãs do gênero, e até tornaram a espera pelo desfecho mais aguardada e celebrada. E ao final do décimo episódio, novos e antigos apreciadores tiveram a sensação quase unânime de que acabavam de presenciar o nascimento de um novo clássico, remodelado e atualizado, mas com os mesmos elementos que tornaram o icônico filme um marco na história da indústria cinematográfica. #oexorcista #theexorcist #Seriados