O atentado contra a vida e o seu próprio bem estar vem aumentando absurdamente e as vítimas costumam ser, adolescentes e adultos de até 35 anos de idade. Existem algumas Associações que oferecem ajuda para quem está sofrendo com os sintomas elevados de depressão e angústia, através de ajuda especializada de terapeutas, psicólogos e psiquiatras, esse auxílio é essencial para abrir a mente de quem enxerga o #Suicídio como uma única opção. É importante também que familiares e amigos, comecem a observar alguns sinais de alertas para saberem como agir diante dessa fase tão complicada.

Possivelmente foi o que faltou para o jovem Tim Hibberink de 20 anos.

Publicidade
Publicidade

Ele cometeu suicídio e deixou uma carta para os seus pais explicando o verdadeiro motivo para que ele tomasse essa triste decisão.

O caso ocorreu em novembro de 2012, e sua história é usada até hoje para orientar pais e filhos que sofrem com esse mal. Tim cansou de sofrer constantemente bullying por ser gay e resolveu acabar com isso de uma forma cruel, avisando seus familiares através de uma carta.

“Queridos familiares, em minha vida toda eu venho vivendo momentos completamente difíceis, estou sendo constantemente ridicularizado, maltratado, excluído e abusado. O problema não é com vocês, pois são pessoas maravilhosas, por isso espero que não fiquem chateados. Um dia nos encontraremos novamente, Tim”.

A família entrou em choque com a carta e decidiu revelar à imprensa o verdadeiro motivo pela qual seu filho tomou essa decisão.

Publicidade

A família do jovem conta que ele era cheio de vida, engraçado e educado, por isso não conseguem entender o que estava acontecendo. O diretor da Universidade em que o adolescente estava cursando História também se mostrou chocado com o acontecimento.

Antes de cometer o suicídio, Tim postou em sua rede social “Eu sou homo e um verdadeiro perdedor”. Ele não queria revelar a sua opção sexual e por isso, evitava conversar sobre o assunto. O jovem estava trabalhando em uma sorveteria e era constantemente questionado sobre o assunto por funcionários e frequentadores do local, e isso acabou chateando ainda mais o rapaz, que logo começou a receber diversas provocações virtuais e também outros tipos de deboches um pouco antes de cometer o suicídio.

O professor que mora em Hong Kong, resolveu fazer um vídeo contando a história do jovem Tim, e através desta atitude oferecer o apoio necessário a jovens que podem estar passando pelo mesmo sofrimento, a sua atitude foi completamente brilhante e humana e deveria ser incluída em todas as escolas e universidade, isso ajudaria na conscientização e na diminuição dos números de suicídios.

Publicidade

Um dos alunos do professor não consegue segurar as lágrimas diante do vídeo, e isso nos faz pensar na quantidade de jovens que podem estar passando pela mesma situação, achando que o suicídio pode ser a sua única opção para se livrar do sofrimento que certos julgamentos e brincadeiras estão lhe trazendo.

O suicídio é uma escolha e decisão, porém é feita em total solidão, desespero e tristeza, que somente quem está sentindo sabe como o momento é doloroso.

Os pais do jovem decidiram postar o trecho da carta para alertar os pais sobre o assunto, evitando que muitas famílias sofram por culpa do suicídio causado pelo #bullying.

Hoje a carta e história de Tim é usada para que muitos jovens e pais saibam lidar com esse momento perturbador e triste na vida dos jovens, que em sua maioria são as vítimas.

Veja o vídeo:

#Comportamento