Aos 18 anos, deve estar em um bom primeiro emprego e cursando uma faculdade. Aguentando as pressões diárias muitas vezes de empregos humilhantes e estressantes que tendem a revelar seu pior lado. Aos 25, já deve ter bens próprios, para as mulheres estar casada e conciliar suas tarefas domésticas, com a dedicação ao marido e uma carreira no mínimo razoável no mercado de trabalho. Aos 30 anos, os homens devem ter estabilidade financeira, e as mulheres aumentarem a família gerando filhos, porém, além das tarefas anteriores, deve cuidar de sua aparência e se manter competitiva frente a uma jovem de 20 anos. Essas são as exigências feitas pela #Sociedade do século 21, se foge a regra ou é denominado fracassado, ou julgada solteirona.

Publicidade
Publicidade

Tudo isso gera aos jovens transtornos psicológicos que acabam por se transformando em problemas físicos ou fobias sociais graves, e aí tudo acaba num divã de um terapeuta, com intermináveis sessões, ou num consultório psiquiátrico a cada 60 dias para pegar a grande salvação, que faz você levantar da cama e prosseguir com sua rotina diária.

Tudo isso desencadeou um novo padrão social, a sociedade Tarja Preta.

Nos dias atuais, acontece um consumo desenfreado de drogas legalizadas, ou seja, substâncias controladas. O resultado? Um levantamento feito pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) mostra que 44% dos remédios controlados vendidos em farmácias e drogarias são para o tratamento de transtornos mentais e de comportamento.

Além é claro do lado mais perigoso, das pessoas que compram esses medicamentos em mercados negros e se automedicam, colocando sua saúde em risco.

Publicidade

Esses medicamentos podem ocasionar vários efeitos colaterais, entre eles: dependência física e ou psíquica, constipação, insônia, alucinações, taquicardia, dificuldade para dirigir veículos e operar máquinas, hipertensão arterial, episódios esquizofrênicos e até crise de abstinência caso pare de tomar o medicamento, mesmo sob alta medica.

Muitas pessoas já entram em consultórios somente para pedir receitas de antidepressivos e ansiolíticos, pois acreditam ser a solução de seus problemas. Elas acreditam que a causa de qualquer ansiedade, tristeza ou angústia é física, por causa dos neurotransmissores, por isso necessitam desse medicamento para sobreviver ao mundo.

Os números refletem tudo isso, o Rivotril já é o terceiro remédio mais vendido no #Brasil, ficando atrás somente do Tylenol e do Hipoglós, segundo pesquisa da Anvisa. O medo, violência, as enormes exigências sócias, leva à essa sociedade negra que vivemos. E você qual é sua posição diante disto, vai entrar nessa tortura infinita? Ou vai procurar soluções mais difíceis porém saudáveis? #Curiosidades